Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Estudo aponta que Paraíba pode ter seis vezes mais casos confirmados da Covid-19 do que os notificados

Quarta-feira, 27 de maio de 2020

Um novo cálculo estimativo feito por pesquisadores do Laboratório de Inteligência Artificial e Macroeconomia Computacional (Labimec) da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) mostrou que a Paraíba pode ter seis vezes mais casos confirmados do coronavírus do que os que são oficialmente divulgados. O estudo indicou que, até a segunda-feira (25), a Paraíba poderia ter mais de 53 mil casos da Covid-19.

Com base no número oficial de casos da segunda-feira, dado usado para fazer o cálculo, é possível aferir que a Paraíba pode ter até 85% dos casos confirmados subnotificados. O estudo feito faz aferição da relação entre o número de mortes provocados pela doença em relação ao número de infectados levando em consideração os seguintes aspectos:

  • Provavelmente apenas as pessoas que precisaram de hospitalização ou que procuraram ajuda médica foram testadas;
  • Cerca de 81% dos casos apresentam sintomas leves ou moderados, 14% são casos considerados graves e cerca de 5% são casos críticos que podem decorrer em morte;
  • O delay da confirmação dos casos de Covid-19 e das mortes causadas pelo coronavírus.

“Uma das metodologias utilizadas para estimar a verdadeira CFR consiste na mensuração da subnotificação dos casos confirmados, ou seja, estimação dos reais casos de pessoas infectadas mediante a contabilização do delay entre a confirmação e morte no no número de casos confirmado. Assim, seguindo a modelagem proposta por Russel, Hellewell e Abbot (2020) para estimação de estimação da CFR verdadeira, foi estimada a subnotificação de casos confirmados de Covid-19 na Paraíba”, informou a publicação do Labimec.

Além dos cálculos estimativos aplicados para os casos gerais na Paraíba, os pesquisadores da UFPB também aferiram o número real de casos confirmados do coronavírus em cinco das principais cidades do estado: João Pessoa, Campina Grande, Patos, Santa Rita e Bayeux. O dado que mais chama a atenção é da cidade de Santa Rita, na Região Metropolitana da capital paraibana, que pode ter um número 17 vezes maior em número de pessoas com a Covid-19.

Blog do Márcio Rangel

Foto reprodução Blog do Márcio Rangel

    Comente pelo Blogger
    Comente pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário