Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Prefeito de cidade da PB flexibiliza quarentena e manda reabrir comércio local


Domingo, 12 de abril de 20 20

O prefeito de Aparecida, no Sertão paraibano, Valdemir Teixeira Oliveira (Cidadania), em entrevista à TV Diário do Sertão, falou sobre a flexibilização da quarentena e reabertura do comércio local. Ele que foi o primeiro gestor, dentre os municípios satélites à cidade de Sousa, a tomar esta iniciativa que começou a prevalecer na última quarta-feira (07).

Segundo Valdemir Oliveira antes de baixar o decreto reabrindo alguns estabelecimentos comerciais em Aparecida ele teve a preocupação de consultar outros decretos assinados pelo Governo do Estado da Paraíba de iniciativa semelhante.

No aspecto aglomeração de pessoas, o prefeito destacou que o risco de contaminação é iminente senão adotadas todas as medidas de higienização, como o uso de máscaras e álcool gel. O gestor ainda informou que haverá fiscalização.

De acordo com Valdemir Oliveira, o Mercado de Artesanato de Aparecida, local bastante procurado, principalmente por pessoas de outras localidades, também vai reabrir suas portas, mas com um critério bem peculiar. As lojas vão abrir de forma alternada. “Aquela loja que abre hoje, por exemplo, fecha amanhã e assim vai se dá de forma alternada para todos”.

Oliveira ainda deixou claro que por parte dos comerciantes a reivindicação para a reabertura do comércio foi respaldada no fator econômico. “Muitos foram os donos de comércio que sentiram o impacto da quarentena. Isso também contribuiu. Mas também deixamos claro que da parte deles deverá ter colaboração com o Poder Público. Até porque a fiscalização vai ser intensa”.

O prefeito aparecidense ainda destacou outras iniciativas de ajuda social e econômica à famílias carentes durante a crise da Covid 19. Hoje, em Aparecida não há, segundo Valdemir Oliveira, nenhum caso confirmado da Covid 19 e nem suspeito.




Diário do Sertão
Foto reprodução Diário do Sertão 

    Comente pelo Blogger
    Comente pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário