Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mais de 31 mil pessoas já morreram no mundo por conta do Coronavírus


Domingo, dia 29 de março de 2020

O novo coronavírus causou pelo menos 31.412 mortes em todo o mundo desde que surgiu em dezembro, de acordo com um balanço da AFP, com base em informações da Organização Mundial da Saúde (OMS). Desde o início da epidemia, mais de 667.090 casos de contágio foram registrados em 183 países ou territórios.

O número de casos diagnosticados, no entanto, reflete apenas parte das infecções reais, devido às políticas díspares de diferentes países para confirmar casos positivos. Alguns países fazem apenas testes de diagnóstico para pessoas que precisam de hospitalização.
  
Do número total de casos, 134.700 são considerados completamente curados hoje.

A Itália, que registrou sua primeira morte por coronavírus em fevereiro, é o país com mais morte até o momento, 10.023, e um total de 92.472 casos registrados, dos quais 12.384 foram completamente curados.

Depois da Itália, a Espanha é o país mais afetado, com 6.528 mortes e um total de 78.747 casos confirmados. Em seguida vêm a China continental com 3.295 mortes (81.394 casos), o Irã com 2.640 mortes (38.309 casos) e a França com 2.314 mortes (37.575 casos) .

A China continental (sem contar Hong Kong e Macau), onde a epidemia eclodiu no final de dezembro, registrou um total de 81.394 pessoas infectadas, das quais 3.295 morreram e 74.971 foram completamente curadas.

Os Estados Unidos são o país com o maior número de infecções declaradas, com um total de 124.686 positivos, entre os quais 2.191 mortes e 2.612 curadas.

Na noite de sábado, Uruguai, Nova Zelândia e Mali anunciaram suas primeiras mortes relacionadas ao novo coronavírus.

Até o momento, a Europa registrou 22.259 mortes (363.766 infecções), Ásia, 3.761 (104.596), Oriente Médio, 2.718 (46.596), Estados Unidos e Canadá, 2.250 (130.120), América Latina e Caribe, 274 (13.544), África, 134 (4.267), e Oceania, 16 (4.208).

Essa contagem foi feita usando-se dados das autoridades nacionais compiladas pelos escritórios da AFP e com informações da Organização Mundial da Saúde (OMS).


Extra Online
Foto: Piero Cruciatti / STR

    Comente pelo Blogger
    Comente pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário