Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Prefeito de Soledade visita Hospital da FAP e anuncia que irá apoiar campanha para ajudar instituição

 

Sábado, 14 de setembro de 2019

Referência no tratamento oncológico e de outras doenças para 146 municípios paraibanos, incusive Soledade, o Hospital da FAP, a exemplo do Hospital Napoleão Laureano, de João Pessoa, também passa por dificuldades financeiras para manter o padrão de qualidade e assistência aos doentes. Por isso, ajuda como a que os prefeitos paraibanos estão anunciando, através de uma campanha que colabore com recursos financeiros para a instituição, são sempre bem-vindas. 

Nesta sexta-feira (13), prefeitos paraibanos, entre eles, o de Soledade, Geraldo Moura, estiveram reunidos com a diretoria da FAP para dar encaminhamento à campanha ‘Ajudando quem mais ajuda’. Atualmente, Soledade tem 22 pacientes que utilizam os serviços da FAP, sendo que 10  fazem hemodiálise e 12 pacientes são da área de Oncologia.

A proposta, segundo Geraldo, é colaborar com recursos financeiros para manutenção da FAP. A ação está sendo coordenada pela Federação das Associações de Municípios da Paraíba (Famup). “A Federação está de parabéns por tomar essa iniciativa de ajudar uma instituição que é muito importante e presta relevantes serviços aos cidadãos paraibanos”, destaca Geraldo, antecipado que Soledade também deverá apoiar a campanha.

Geraldo explica que os municípios que aderirem à campanha terão que aprovar uma Lei para autorizar as doações. “Essa Lei é quem vai garantir aos prefeitos a formalização do convênio e o consequente repasse de recursos, sem ela a gestão não pode participar”, reitera Geraldo, adiantando que espera poder contar com a Câmara Municipal na aprovação da Lei. “Essa campanha é um gesto de solidariedade às pessoas e aos nossos próprios pacientes oncológicos e de nefrologia que encontram na FAP um tratamento digno e adequado”, reitera o prefeito de Soledade, adiantando que os recursos destinados pelas prefeituras serão utilizados, exclusivamente, para custear a manutenção do atendimento médico e hospitalar na FAP, na especialidade de oncologia.




ASCOM
Foto reprodução ASCOM

    Comente pelo Blogger
    Comente pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário