Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Serviços do esgotamento sanitário de Soledade estão avançadas e obras devem ficar prontas antes do previsto

  
Segunda feira, 12 de agosto de 2019

As obras do Sistema de Esgotamento Sanitário e Lagoa de Tratamento de Esgoto de Soledade - PB estão a todo vapor. Essa semana chegaram os canos que farão a conexão do esgoto. Segundo a Secretaria de Obras do município, a Estação de Tratamento e a terraplanagem já estão com 60% de seu projeto executado e a obra inteira, que inclui a encanação, está 15% já concluída. A previsão é de que a Prefeitura entregue o equipamento à população antes mesmo do prazo estipulado de 12 meses devido à celeridade das obras. Para o Prefeito Geraldo Moura, a conclusão dessa obra mudará a vida dos moradores de Soledade.

No início desta semana, chegou no canteiro de obras parte da tubulação que será utilizada para execução da rede coletora. Nessa primeira etapa serão instalados mais de 5 mil metros de rede coletora, abarcando diversos bairros da cidade. Com a chegada do encanamento, a tendência é de que o plano de execução seja cumprido antes mesmo do tempo de 12 meses como estipulado na ordem de serviço assinada em julho.

“Os trabalhos da estação elevatória e a rede de esgoto estão sendo iniciados nos próximos dias. Já chegou uma considerada quantidade de canos. Pelo cronograma, temos 12 meses para concluir tudo mas, pelo andamento da obra, a gente vai conseguir executar em um intervalo de tempo bem menor”, disse o secretário Adjunto de Obras, o engenheiro civil, Gustavo Luiz.

Aguardado há muitos anos, o esgotamento sanitário de Soledade, orçado em R$ 3,5 milhões, era um grande sonho da população local. “Ela tem relevância ambiental, de saúde e até econômica. Hoje, 100% de nosso esgoto é despejado in natura nos rios, sem tratamento algum. Com esse equipamento, traremos qualidade de vida para todos, além de desenvolver a cidade como um todo”, disse Geraldo Moura, lembrando que a Cagepa fez um estudo no qual apontou que depois que uma cidade recebe o seu esgotamento sanitário, diminui de 30 a 40% a incidência de atendimento em hospitais e unidades básicas de saúde. “Isso é de extrema importância” comentou Geraldo.

Em vídeo postado pelo Prefeito em suas redes sociaiem julho, mostrando o início das obras com as máquinas no local trabalhando, o engenheiro responsável pela obra de esgotamento sanitário deu o prazo de oito meses para a conclusão da obra. Segundo ele, no início de 2020 o prefeito deve já estar inaugurando o tão sonhado equipamento.

Vale lembrar que a realização da obra foi garantida graças a um convênio da Prefeitura com a Funasa – Fundação Nacional de Saúde e uma articulação política para “destravar” o projeto, que já estava pronto desde 2011. Geraldo Moura garante ainda que mais obras estão por vir nesse segundo semestre, afinal, o trabalho da Prefeitura não para.




ASCOM
Fotos reprodução ASCOM

    Comente pelo Blogger
    Comente pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário