Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Prefeito de Soledade participa de sessão especial da ALPB e fala da importância de políticas públicas para agricultura familiar

 

Sexta feira, 21 de junho de 2019

Atento as políticas públicas que melhorem a qualidade da produção no campo, o prefeito de Soledade - PB, Geraldo Moura, participou na última quarta-feira (19), da sessão especial promovida pela Assembleia Legislativa realizada no teatro Paulo Pontes, em João Pessoa - PB. Na ocasião, Geraldo acompanhou a entrega de um documento elaborado, de forma conjunta, pela Frente Parlamentar da Água e Agricultura Familiar da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) e a Secretaria de Estado de Agricultura Familiar e Desenvolvimento do Semiárido, que propõe políticas públicas para o desenvolvimento sustentável da agricultura familiar na Paraíba.

 “Esse evento foi muito importante porque subsidiará o governo no sentido de dar um novo passo rumo ao fortalecimento da agricultura familiar, a partir da oferta de novas tecnologias, recursos, treinamentos e ações que ampliem os horizontes do homem do campo”, destacou o prefeito.

Segundo o governador, ele irá se reunir com a equipe de planejamento e ver o que é possível implementar. “Não vou prometer que executarei tudo, mas, farei o que for possível para promover o desenvolvimento deste segmento. Podem ter certeza que a agricultura familiar continuará tendo a atenção que merece, pois o projeto político que eu represento sempre teve um olhar atento para esse setor, que é importante para a economia do estado”, disse João Azevedo que, na ocasião, anunciou que a primeira parcela dos recursos do Cooperar, cujo volume atinge R$ 300 milhões, que serão investidos na base da economia agrícola, já está no caixa do estado para serem direcionados a projetos nesta área.

Entre as sugestões para esse novo modelo de agricultura familiar que incentiva os trabalhadores do campo a produzir mais e melhor, está a estruturação da Secretaria da Agricultura Familiar, com fontes de receita para custeio do setor, a definição de um percentual do FUNCEP para a agricultura familiar e ainda a relocação de programas como o PNAE, PAA, Aquisição de Sementes, construção de cisternas para a referida secretaria. 

A melhoria do acesso à água para consumo humano e produção, a ampliação do apoio a alianças e arranjos produtivos locais de base familiar, incluindo a aquisição de 30% de produtos da agricultura familiar para alimentação escolar, a certificação dos produtos, a ampliação da oferta de assistência técnica, o apoio e beneficiamento da produção, o apoio a projetos de inovação, a exemplo do uso de energia solar, e a ações de saúde, educação, esporte, lazer, cultura e segurança no campo, o acesso a financiamentos para o setor através do Empreender, a criação de um programa de produção de sementes e mudas,  a criação de um programa de piscicultura que garanta o repovoamento dos açudes, além da revitalização de rios, riachos, nascentes, barragens e matas ciliares são a síntese das propostas contidas no documento entregue ao governador.

“A agricultura familiar é o caminho para o desenvolvimento sustentável de nossa produção de alimentos. E o agricultor já sabe de seu ofício, do manuseio da terra, mas precisa de estrutura, recursos e investimentos para produzir mais e melhor”, disse o prefeito de Soledade, Geraldo Moura.


  

ASCOM
Fotos reprodução ASCOM

    Comente pelo Blogger
    Comente pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário