Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Delegada diz que paraibana foi morta em SP por causa de ciúmes


Segunda feira, 28 de janeiro de 2019

Mulher presa como suspeita cometeu o crime por acreditar que Roneide teria saído com o marido dela; delegado disse que traição não foi confirmada.

Uma suspeita de traição foi o motivo que levou ao assassinato da paraibana Roneide Santos da Silva, de 35 anos, natural da cidade de Conceição, morta a facadas e atropelada em crime que aconteceu no dia 14 deste mês, no município de Peruíbe, no Litoral Sul de São Paulo.

Ao Portal Correio, o delegado que investiga o caso, Tiago Lucarelli, afirmou que a mulher presa como suspeita do assassinato cometeu o crime por acreditar que Roneide teria saído com o marido dela.

“Foi motivo banal. A suspeita acreditava que Roneide havia saído com o marido dela e iniciou a discussão, que terminou com o crime. Investigamos essa suspeita de traição, que não foi confirmada. Então, a morte aconteceu por motivo banal”, contou o delegado.

Ainda conforme o delegado, tanto a mulher como o marido dela permanecem presos até serem julgados, conforme decisão da Justiça paulista.

O crime

O assassinato de Roneide Santos aconteceu por volta das 21h57 após os suspeitos discutirem com a vítima. Em seguida, a paraibana foi ferida a facadas e atropelada. Logo após o crime, o casal foi preso em flagrante e encaminhado a uma Delegacia de Polícia Civil.


Portal Correio
Foto reprodução Portal Correio

Veja mais notícias no www.saovicenteagora.com.br curta o Facebook AQUI siga o Twitter AQUI o canal do You Tube AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as principais notícias do dia. Você também pode falar com a redação através do WhatsApp (83) 9 8105 2934

    Comente pelo Blogger
    Comente pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário