Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

UFCG apresenta aplicativo que mostra políticos que mais enriqueceram na Paraíba



Sábado, 28 de julho de 2018

Um aplicativo desenvolvido em parceria pelo Ministério Público da Paraíba e UFCG permite que conferir a evolução do patrimônio dos candidatos que declararam bens desde a eleição de 2010 até 2014. A ferramenta Capital dos Candidatos permite que os eleitores confiram quais foram os candidatos eleitos e não eleitos que mais enriqueceram e os que ficaram mais pobres por cargo eletivo e por estado.

Conforme o aplicativo, que tem como base dados coletados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), na Paraíba, o deputado estadual que apresentou a maior evolução do patrimônio foi Ricardo Marcelo (PP), com um enriquecimento de R$ 3,8 milhões. Para o cargo de deputado federal, por sua vez, Aguinaldo Ribeiro (PP) foi o paraibano com maior evolução de patrimônio, um crescimento R$ de 2,3 milhões.

Dos três senadores paraibanos da atual legislatura: Cássio Cunha Lima (PSDB), José Maranhão (MDB) e Raimundo Lira (MDB), somente os dois primeiros aparecem na ferramenta, uma vez que só consideram os candidatos que declararam os bens nas eleições de 2010 e 2014.

José Maranhão apresentou um aumento de patrimônio de R$ 1,4 milhão e Cássio Cunha Lima aparece com um enriquecimento de R$ 231 mil. O ex-senador Vital do Rêgo Filho, eleito pelo MDB em 2010 e que deixou o Senado para assumir uma vaga de ministro do Tribunal de Contas da União, apareceu com um aumento de patrimônio de R$ 87 mil.

A vaga de Vital do Rêgo foi assumida por Raimundo Lira, que era suplente e por isso não aparece no levantamento feito pela ferramenta. No cargo de governador, Ricardo Coutinho (PSB) apresentou um enriquecimento de R$ 538 mil entre as eleições de 2010 e 2014.

Empobreceram
Na contramão do aumento do patrimônio, alguns políticos declararam valores inferiores entre as duas últimas eleições de 2010 e 2014. Entre os deputados estaduais da Paraíba, Caio Roberto (PR) foi o que teve maior perda de patrimônio, um saldo negativo de R$ 611 mil. No caso dos deputados federais, Ruy Carneiro (PSDB) aparece com uma perda de R$ 338,7 mil em seus bens declarados.

G1 PB
Foto reprodução G1 PB

Veja mais notícias no www.saovicenteagora.com.br curta o Facebook AQUI siga o Twitter AQUI o canal do You Tube AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as principais notícias do dia. Você também pode falar com a redação através do WhatsApp (83) 9 8105 2934
    Comente pelo Blogger
    Comente pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário