Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Impasse continua em candidatura única da oposição para disputar o Estado


Domingo, 04 de fevereiro de 2018

Os apelos do prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), para que a oposição ao governo do Estado defina o quanto antes uma candidatura única para enfrentar o esquema do governador Ricardo Coutinho (PSB) nas eleições de outubro não surtiram êxito e a tônica dominante é a do “cada um por si”. O senador José Maranhão (MDB) e o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), realizam contatos individuais com lideranças de várias regiões e participam de eventos em que se fazem acompanhar apenas por correligionários ou por adesistas em potencial às suas pré-candidaturas.

Durante a semana a Festa da Luz em Guarabira, que faz parte da tradição do calendário de eventos paraibanos, atraiu pré-candidatos como Romero Rodrigues, recepcionado pelo prefeito Zenóbio Toscano e por sua filha, a deputada estadual Camila Toscano. Luciano Cartaxo dedicou-se à audiência regional do ciclo 2018 do Orçamento Participativo da prefeitura de João Pessoa, dialogando com a população sobre os problemas dos bairros da Capital. Aproveita o fim de semana para repetir o que tem sido praxe ultimamente: deslocar-se a cidades do interior, valendo-se, agora, do pretexto da folia carnavalesca. José Maranhão, ao mesmo tempo em que percorre municípios do interior, reafirma que sua postulação está consolidada.

Se ainda não chega a favorecer a pré-candidatura do secretário João Azevedo, do PSB, apoiada ostensivamente pelo governador Ricardo Coutinho, a desunião no bloco oposicionista inquieta Luciano Cartaxo, que nos bastidores já é aconselhado por interlocutores de confiança a buscar uma aproximação com o esquema do governador Ricardo Coutinho para lastrear sua pretensão. A exortação de Cartaxo para que os líderes de oposição afirmem o quanto antes o apoio a um único candidato foi encarada como infeliz e como uma forma descabida de pressão ou tentativa de ingerência na soberania das outras legendas. Isto levou filiados do PSDB a sugerirem ao senador Cássio Cunha Lima que assuma a candidatura ao governo, substituindo a Romero Rodrigues e tente viabilizar um consenso mínimo na faixa oposicionista para firmar-se. Cássio tem se limitado a auscultar opiniões antes de bater o martelo em torno do assunto.

Nas últimas horas, numa atitude que foi interpretada como “terrorismo psicológico” para intimidar as oposições, o governador Ricardo Coutinho voltou a pôr em dúvida a sua saída do Palácio da Redenção para disputar vaga ao Senado. Assessores seus afirmam que o governador quer ter garantias concretas de que não haverá surpresa desagradável com a sua desincompatibilização e a ascensão à titularidade do mandato da vice-governadora Lígia Feliciano, que tem pretensão de candidatar-se pelo PDT. João Azevedo participou, ao lado do governador Ricardo Coutinho, da primeira audiência pública do Ciclo 2018 do Orçamento Democrático Estadual na cidade de Itaporanga. Atual secretário de Infraestrutura e Recursos Hídricos, Azevedo ainda tem prazo para se desincompatibilizar do posto a fim de entrar na corrida eleitoral e demonstra total confiança no governador Ricardo Coutinho como formulador da estratégia para sua campanha..

Os Guedes
Foto reprodução Os Guedes

Veja mais notícias no www.saovicenteagora.com.br curta o Facebook AQUI siga o Twitter AQUI o canal do You Tube AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as principais notícias do dia. Você também pode falar com a redação através do WhatsApp (83) 9 9347 4768


    Comente pelo Blogger
    Comente pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário