Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

“Achei que era o fim”; revela atriz ao falar sobre grave doença


Domingo, 04 de fevereiro de 2018


Ana Beatriz Nogueira foi diagnosticada enquanto gravava a novela Caminho das Índias, em 2009. Hoje, controla a doença com medicamentos.

Em entrevista ao jornal O Globo, a atriz Ana Beatriz Nogueira revelou que sofre de esclerose múltipla desde 2009. A doença afeta os nervos, a sensibilidade e a coordenação motora. A atriz, diagnosticada enquanto gravava a novela Caminho das Índias, falou sobre o baque: “Achei que era o fim”.

Ana Beatriz conta que começou a sentir os sintomas em casa, enquanto assistia a um filme. Ela não conseguia ler as legendas por ter a visão duplicada. Na festa de lançamento de Caminho das Índias, a atriz teve novo surto e precisou da ajuda de Tony Ramos e esposa para subir um lance de escadas.

Durante as gravações, outro episódio: Ana Beatriz precisava atravessar o estúdio para contracenar com Vera Fischer, mas enxergava tudo duplicado e embaçado. “Pedi ao Antonio Calloni para me dizer de que lado estava a Vera: eu via duas Veras. Ele sinalizou, tirei uma reta e fui”, lembra.

Só depois de mais um surto os médicos conseguiram definir o diagnóstico de esclerose múltipla. “Achei que era o fim. Como atriz, meu corpo é meu instrumento de trabalho, meu tudo, dependo da minha visão, da audição, das funções cognitivas. O trabalho é minha festa, minha fonte de renda, minha alegria, minha beleza. Partimos para o tratamento. Fiquei dois meses de cama, me senti debilitada. Sabe quando ‘somem os tapetes vermelhos’, que são aqueles sonhos bonitos que você tem quando está quase adormecendo? Foi assim que aconteceu”, contou.

A atriz conta que tem uma forma branda da doença e os médicos deram bom prognóstico de vida. Ana Beatriz precisa de injeções a fim de evitar surtos e conta com a ajuda de amigos como Malu Mader e Patricia Pillar para administrar o medicamento. Ela, atualmente se preparando para a próxima novela de Aguinaldo Silva, quer ainda lançar um site para trocar experiências com outros pacientes.

“O segredo é pesado. A gente vai digerindo, entendendo e resolvendo os fantasminhas. Minha decisão de falar foi motivada por amigos, por terapia e pelo desejo de tornar essa estrada mais fácil para quem tiver que passar por ela. Não estou doente, tenho uma doença. Gosto de ver a esclerose múltipla como uma característica”.


Metrópoles
Foto reprodução Metrópoles

Veja mais notícias no www.saovicenteagora.com.br curta o Facebook AQUI siga o Twitter AQUI o canal do You Tube AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as principais notícias do dia. Você também pode falar com a redação através do WhatsApp (83) 9 9347 4768


    Comente pelo Blogger
    Comente pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário