Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

'Não há necessidade de certas coisas'; diz atriz Laura Cardoso sobre beijo lésbico em Malhação


Terça feira, 23 de janeiro de 2018

No ar como Caetana na atual novela das 9, Laura Cardoso não é nada conservadora, inclusive já disse que adoraria viver uma lésbica, mesmo estando com 90 anos.

Por outro lado, a veterana da TV fez uma crítica ao romance lésbico da atual temporada da novela Malhação. Quem criticou primeiro foi Antonia Fontenelle, que entrevistava Laura para o seu canal no Youtube.

A loira se mostrou preocupada com o tema por causa de uma ex-enteada, de 5 anos, que não entenderia esse romance: “Vai ficar confuso na cabeça dela”. Malhação, vale dizer, vai ao ar nos fins de tarde e início de noite na Globo.

Laura concordou: “Eu acho que não há necessidade de certas coisas, de certas cenas, de se dizer certas coisas. Acho que deve haver um cuidado sim, você tem razão, por que a menina não vai entender muito o que tá acontecendo”, disse.

E acrescentou: “Deixa ela crescer, ela vai saber, ela vai escolher, mas acho que tem muita, muita coisa que não há necessidade de mostrar [na TV]”.

Já sobre o momento político do Brasil, ela foi clara: “Odeio, odeio! Odeio os políticos do Brasil! São uns safados! Eu queria que eles desaparecessem da face da Terra. Não adianta dizer um nome, dois… não! Essa turma safada destruiu parte do Brasil”.

“O Brasil ficou sem esperança, o Brasil ficou zonzo, o brasileiro não entendeu esse roubo gigantesco, assalto à mão armada, o povo é bom, o povo é trabalhador, ele acredita nas coisas…”.

E mostrou mais revolta: “E não é gente nova, são velhos! São velhos que deveriam ir pra a igreja rezar!”, bradou a veterana atriz, que tem cerca de 75 anos de carreira e começo a atuar no rádio.


TV Foco
Foto reprodução TV Foco

Veja mais notícias no www.saovicenteagora.com.br curta o Facebook AQUI siga o Twitter AQUI o canal do You Tube AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as principais notícias do dia. Você também pode falar com a redação através do WhatsApp (83) 9 9347 4768


    Comente pelo Blogger
    Comente pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário