Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Estudante paraibana faz protesto contra música de funk e viraliza na web


Quarta feira, 17 de janeiro de 2018

Uma publicação em protesto contra a letra da música "Só surubinha de leve", de MC Diguinho, feita por uma estudante paraibana na última segunda-feira (15), viralizou nas redes sociais. Em apenas dois dias, a publicação atingiu mais de 120 mil compartilhamentos.


Na publicação, a estudante Yasmin Formiga critica o teor da música, que, segundo ela, faz apologia ao estupro e naturaliza a violência contra a mulher. A letra contém trechos em que fala sobre embebedar mulheres para cometer abuso sexual e abandono.

A estudante recebeu críticas por protestar contra um funk, mas ela respondeu que se posiciona contra todo tipo de música que contenham problemas semelhantes. "Eu não estou generalizando o funk. Isso não é só funk, existem letras assim na MPB também. Estou me referindo à letra das músicas. Não podemos mais ignorar isso e deixar, por exemplo, esse tipo de coisa tocar em festas", conclui.

Petição pela retirada

Nesta quarta-feira (17), a estudante fez uma nova publicação em que propõe uma petição para a retirada da música do Spotify. "A música de MC Diguinho está no topo da lista do Spotify que reúne as músicas mais virais brasileiras."

"Pedimos ao Spotify que retire essa canção de seu catálogo, pois uma obra que estimula a violência e desvalorização das mulheres não merece ser divulgada ou compartilhada amplamente, sem uma devida restrição ou indicação de idade", defende na petição.


Click PB
Fotos reprodução Click PB

Veja mais notícias no www.saovicenteagora.com.br curta o Facebook AQUI siga o Twitter AQUI o canal do You Tube AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as principais notícias do dia. Você também pode falar com a redação através do WhatsApp (83) 9 9347 4768


    Blogger Comment
    Facebook Comment

1 comentários:

  1. Parabéns pra essa jovem que não se deixou levar por essa mídia sebosa,que empurra essas porcarias de guela abaixo da sociedade igualando o gosto do povo brasileiro pelo gosto médio me sinto feliz como músico, como pessoa, como cidadão em ver que nem tudo tá perdido e que ainda tem jovens como ela que encaram protestam e não se calam diante dessa imundíse que tentam nos empurrar guelá abaixo. Lixo essas porcarias aí lixo esgoto dos piores que tem aos nossos ouvidos não consigo entender como uma porcaria dessa tá no topo. Estamos vivendo uma falta de cultura imensa no Brasil.

    ResponderExcluir