Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Policial é encontrado morto após matar ex-mulher na frente do filho no interior da PB


Mulher foi atingida por três disparos de armas de fogo, e o policial foi encontrado com um tiro na cabeça.

Um policial civil foi encontrado morto ao lado da ex-mulher na noite desta terça-feira (24), em Patos, no Sertão da Paraíba. Cleanny Santos Lucena, 32 anos, foi atingida por três disparos de armas de fogo, e o policial foi encontrado com um tiro na cabeça logo depois. De acordo com a Polícia Civil, os motivos seriam a separação e a guarda do filho de 4 anos, que presenciou as mortes.

O caso aconteceu por volta das 22h no bairro de Jardim Guanabara, em frente à casa da mãe da mulher. Segundo informações do padrinho da vítima Martinho Daniel Gomes, o casal estava separado há quase quatro meses e o ex-marido estava tentando reatar o relacionamento.

O policial civil Luciano Bonapart Eugênio Rocha tinha 43 anos e prestava serviço no município de Água Branca, também no Sertão da Paraíba. O casal deixa um filho de 4 anos.

De acordo com o delegado seccional de Patos, George Wellington, a principal motivação para o policial matar a esposa teria sido a separação e uma suposta briga pela guarda do filho do casal.

Segundo a polícia, o homem foi deixar o filho na casa da ex-mulher e chegando lá ligou para que ela saísse para receber a criança. A mulher não foi e pediu à avó da criança para pegar o menino. Quando a avó abriu o portão, o policial invadiu a casa e levou a mulher até a calçada.

Após uma discussão, ele deu dois tiros no rosto da mulher. O filho, que ainda estava dentro do carro na frente da casa, presenciou as mortes.



G1 PB
Foto reprodução Cabo Branco

Veja mais notícias no www.saovicenteagora.com.br curta o Facebook AQUI siga o Twitter AQUI o canal do You Tube AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as principais notícias do dia. Você também pode falar com a redação através do WhatsApp (83) 9 9347 4768


    Comente pelo Blogger
    Comente pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário