Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mais de 3 mil estabelecimentos da Paraíba são visitados pelo Censo Agropecuário em 17 dias



Entrevistas tiveram início em 2 de outubro e seguem até o fim de fevereiro de 2018, em todo o país. Meta é investigar cerca de 148 mil estabelecimentos agropecuários no estado.

Mais de 3 mil estabelecimentos agropecuários da Paraíba foram visitados por recenseadores do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para a realização do Censo Agropecuário 2017. As entrevistas tiveram início em 2 de outubro e seguem até o fim de fevereiro de 2018, em todo o país.

Ao todo, o IBGE pretende investigar cerca de 148 mil estabelecimentos no estado e mais de 5,3 milhões em todo o Brasil. O levantamento vai reunir informações sobre a área dos estabelecimentos rurais, sua produção, as características do pessoal ocupado, o emprego de irrigação e o uso de agrotóxicos, entre outros temas.

Ao todo, 506 recenseadores vão trabalhar no levantamento na Paraíba. A coleta de dados será inteiramente digital e as operações serão monitoradas via internet.

A previsão do IBGE é começar a divulgar os resultados do Censo Agropecuário 2017 em meados de 2018. Apesar de as visitas acontecerem até 2018, o período de referência do levantamento vai ser de 1º de outubro de 2016 a 30 de setembro de 2017.

Segundo o IBGE, as informações geradas no Censo Agropecuário possibilitam a avaliação de políticas públicas, como a de redistribuição de terras; estudos a respeito da expansão das fronteiras agrícolas; enriquecem a produção de indicadores ambientais; e propiciam estudos sobre transformações decorrentes do processo de reestruturação e de ajustes na economia.


G1 PB
Foto reprodução G1 PB

Veja mais notícias no www.saovicenteagora.com.br curta o Facebook AQUI siga o Twitter AQUI o canal do You Tube AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as principais notícias do dia. Você também pode falar com a redação através do WhatsApp (83) 9 9347 4768


    Comente pelo Blogger
    Comente pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário