Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Cagepa diz que racionamento continua após Boqueirão sair do volume morto


Falta 0,4% da capacidade para o Açude Epitácio Pessoa sair do volume morto.

Após o açude Epitácio Pessoa, em Boqueirão, sair do volume morto - ao atingir os 8,2% da capacidade máxima -, Campina Grande e as outras 18 cidades abastecidas pelo reservatório no Agreste paraibano não devem sair do racionamento de abastecimento de água. O Gerente Regional da Companhia de Água e Esgotos (Cagepa), Ronaldo Meneses, confirmou nesta quarta-feira (2) que prevê no mínimo 25 dias para o fim da medida.

Em nota, o Ministério da Integração informou que é "equivocado afirmar que o Governo Federal anunciou entregar 9 m³/s da água do Eixo Leste. [...] Na verdade, 9m³/s é referente à capacidade máxima da última estação de bombeamento (EBV-6). [...] Atualmente, esse eixo tem fornecido uma vazão de 4,5m³/s no leito do Rio Paraíba, em Monteiro (PB). Esse volume é considerado suficiente para atender uma população de aproximadamente 2 milhões de pessoas".

Falta 0,4% da capacidade para o Açude Epitácio Pessoa sair do volume morto. "Depende muito da vazão de chegada [de água] no açude. Se continuar do jeito que está, provavelmente deve sair daqui a uns 25 dias. Mas, se essa vazão mudar, essa previsão também muda. O que sabemos de verdade é que quando sair do volume morto o racionamento continua, até que reuniões e alguns estudos sejam feitos", afirmou o gerente.

O açude de Boqueirão recebeu menos de 1% de recarga d'água no mês de julho. Os dados são da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado (Aesa). No período, o reservatório saiu de 6,84% para 7,73%, um acréscimo de 0,89% no volume de água. É a menor recarga desde a chegada da transposição das águas do Rio São Francisco, no mês de abril.

Ainda segundo os dados da Aesa, o açude tem capacidade para armazenar 41.686.287 metros cúbicos de água, mas atualmente está com 32.017.445 metros cúbicos de água, que equivalem a apenas 7,8% da sua capacidade máxima.

Racionamento começou em 2014

O racionamento em Campina Grande e nas cidades que são abastecidas por Boqueirão começou em 6 de dezembro de 2014, quando o manancial estava com 24% do volume. O açude entrou no volume morto em 18 de junho de 2016 ao atingir a marca de 8,22%, o que corresponde a 33,875 milhões de metros cúbicos de água. O volume morto é considerado quando o nível do açude fique abaixo do sistema de captação convencional, por meio de gravidade.


G1 PB
Foto reprodução TV Paraíba

Veja mais notícias no www.saovicenteagora.com.br curta o Facebook AQUI siga o Twitter AQUI o canal do You Tube AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as principais notícias do dia. Você também pode falar com a redação através do WhatsApp (83) 9 9347 4768



    Comente pelo Blogger
    Comente pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário