Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

WhatsApp apresenta instabilidade e internautas reclamam que aplicativo parou de funcionar


Internautas do Brasil, Estados Unidos e Europa relatam indisponibilidade do aplicativo

O número de reclamações sobre o WhatsApp "fora do ar" aumentou na tarde desta quarta-feira (3). Internautas relatam a dificuldade de enviar e receber mensagens pelo mensageiro, considerado o aplicativo mais usado do Brasil – com mais de 100 milhões de adeptos, segundo levantamento de 2015.

De acordo com o site Outage Report, especializado em monitorar serviços online, já faz mais de 40 minutos que o mensageiro parou de funcionar. A quantidade de queixas sobre ele disparou: normalmente há um relato por hora sobre o mensageiro, enquanto na última hora aumentou para mais de 750.

Em resposta, a empresa informou às 18h41: "O WhatsApp está ciente do problema e trabalhando para corrigi-lo o mais rápido possível."


A pane afeta a versão do WhatsApp para celulares Android, para iPhone e também para computadores, conforme apurou a redação do TechTudo. No entanto, outros sistemas, como o Windows Mobile, também podem estar com dificuldades para exibir as mensagens do aplicativo.

Além disso, o problema é verificado tanto na rede 4G/3G quanto no Wi-Fi.

Ao digitar e enviar uma mensagem, o aplicativo exibe somente um tick cinza, o que quer dizer que o conteúdo chegou aos servidores do WhatsApp. O segundo tick cinza indicaria que a mensagem chegou até o celular de destino. Por fim, os dois ticks azuis confirmariam que o destinatário recebeu e leu a mensagem.


A assessoria do WhatsApp no Brasil não se manifestou até a publicação deste texto.
O principal concorrente do mensageiro é o Telegram, mantido por um investidor russo radicado em Berlim, na Alemanha.


Tech Tudo
Foto ilustrativa da internet


Veja mais notícias no www.saovicenteagora.com.br curta o Facebook AQUI siga o Twitter AQUI o canal do You Tube AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as principais notícias do dia. 
Você também pode falar com a redação através do WhatsApp (83) 9 9347 4768

    Comente pelo Blogger
    Comente pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário