Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Polícia Civil indicia por agressão cantor Victor da dupla Vitor e Léo

  

O caso ocorre desde o dia 24 de fevereiro, quando a esposa do cantor denunciou o marido por agressão física.

Nesta terça-feira (4), o cantor Victor Chaves, de 41 anos, da dupla sertaneja Victor & Léo, foi indiciado pela Polícia Civil de Minas Gerais por agressão a sua esposa, Poliana Bagatini Chaves, de 29 anos. O caso ocorreu no dia 24 de fevereiro, quando Poliana denunciou o marido por agressão física.

Responsável pela investigação, a delegada Danúbia Quadros, chefe da Divisão Especializada no Atendimento à Mulher, ao Idoso e à Pessoa com Deficiência (Demid) de Belo Horizonte, aguardava perícia das imagens do circuito de segurança do prédio do casal para concluir o inquérito.

"A Polícia Civil, diante das provas coletadas, concluiu pelo indiciamento de Vitor Chaves pela contravenção penal prevista no artigo 21, do Decreto Lei 3.688, vias de fato, conforme demonstrado no laudo pericial das imagens das câmeras de segurança do prédio e pelo depoimento da vítima", afirmou em nota oficial.

De acordo com informações divulgadas no site "G1", no dia 13 de março, Danúbia divulgou que o exame de corpo de delito de Poliana foi negativo para lesão corporal. Assim, não houve comprovação de lesões aparentes. O resultado, no entanto, não descarta a possibilidade de agressão sem deixar marcas.

A delegada também afirmou que, seguindo as declarações prestadas pelo cantor em depoimento, houve um desentendimento familiar com a esposa, depois de ela ter ficado muto nervosa pelo fato de Victor ter levado a filha para o apartamento da mãe dele, que fica no mesmo prédio.

“Segundo o investigado, para contê-la pelo fato de ele estar muito preocupado de ela sair naquele estado e levar a bebezinha de um ano e um mês, ele teve que contê-la para evitar um prejuízo maior para a filhinha. Segundo ele, ele não agrediu a vítima. Segundo ele, ele não chutou a perna da vítima, não empurrou a vítima ao chão”, contou a delegada sobre o depoimento prestado  por Victor no dia 12 de março.

Caso

No boletim de ocorrência, ela acusa o cantor de agressão física por motivos fúteis. De acordo com a queixa, Poliana teria sido jogada no chão e teria recebido diversos chutes. Após o ocorrido, um segurança e a cunhada, Paula Chaves, teriam a impedido de deixar o local. "Segundo a versão da vítima, ele (Victor) empurrou a mesma ao chão e desferiu alguns chutes no elevador”, informou a delegada durante a investigação.

A mãe de Victor, Marisa Chaves, também prestou queixa na polícia no mesmo dia (24 de fevereiro) e deu outra versão do ocorrido. Ela contou que Poliana chegou ao seu apartamento transtornada e, de forma agressiva, fez ameaças e quebrou vários objetos. Marisa teria contado aos policiais que a irmã do cantor tentou acalmar Poliana e que Victor segurou o braço da mulher, pedindo que se acalmasse. Mas que a nora teria se atirado no chão chorando e se debatendo.

Dois dias depois, entretanto, Poliana publicou em seu perfil de uma rede social uma carta afirmando que em momento algum considerou que tivesse ocorrido qualquer crime praticado pelo marido. Em depoimento, Victor negou ter agredido a mulher. Mesmo depois de Poliana negar a agressão, a polícia continuou investigando o caso, que nesta terça (4)terminou indiciando o cantor Victor por agressão.


Correio 24 Horas
Foto reprodução Correio 24 Horas


Veja mais notícias no www.saovicenteagora.com.br curta o Facebook AQUI siga o Twitter AQUI o canal do You Tube AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as principais notícias do dia. Você também pode falar com a redação através do WhatsApp (83) 9 9347 4768

    Comente pelo Blogger
    Comente pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário