Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Açude no Cariri paraibano sangra depois de chuva de 110 milímetros

 

O açude de São José, com capacidade de armazenamento de 1.311.540 m³.

As fortes chuvas registradas na noite de sábado (1), em Monteiro, no Cariri paraibano, a 305 km de João Pessoa, renovaram as esperanças do agricultor. A  pancada de 110 mm fez com que um dos principais reservatórios do município sangrasse.  A água do açude de São José, com capacidade de armazenamento de 1.311.540 m³, foi liberada para a calha do Rio Paraíba.

De acordo com o presidente da Aesa (Agência Executiva de Gestão das Águas na Paraíba), João Fernandes, informou que as águas estão sendo liberadas pelo sangradouro e pela caixa de descarga e já passaram do Açude de Poções, se juntando às águas da transposição do Rio São Francisco, em direção ao Açude de Boqueirão, que abastece Campina Grande e 18 outras cidades no entorno.

“Eu já havia dito que a natureza estava ajudando. Março e abril é período de chuva. O prejuízo que a gente teve por um lado, a natureza está dando de graça”, disse João Fernandes, fazendo referência a um problema em uma das duas bombas da estação elevatória de água EBV-6, no eixo leste da transposição.

No entanto, as bombas já estão funcionando normalmente desde o sábado (1º), conforme explicou o presidente da Aesa, reforçando o bombeamento de água. Antes com capacidade para bombear 4,5 metros por segundo e, na prática, só chegando a 3,3m/s, agora a estação está conseguindo bombear 9m/s.


Click PB
Foto reprodução Click PB


Veja mais notícias no www.saovicenteagora.com.br curta o Facebook AQUI siga o Twitter AQUI o canal do You Tube AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as principais notícias do dia. Você também pode falar com a redação através do WhatsApp (83) 9 9347 4768

    Comente pelo Blogger
    Comente pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário