Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Durante briga de facções na Paraíba presidiário atira e mata dois detentos; confira vídeo

PM foi chamada para reforço na segurança 
Portal Correio
Fotos reprodução Portal Correio


De acordo com informações da Polícia Militar, mulheres estavam na visita íntima quando os apenados ordenaram que elas saíssem do local e, logo em seguida, iniciaram a rebelião.

Terminou no início da tarde desta quarta-feira (4) uma rebelião no Presídio Romero Nóbrega em Patos, no Sertão da Paraíba, a 307 km de João Pessoa, deixando dois presos mortos e dois feridos. As vítimas foram feridas por arma de fogo que estava com um dos apenados. O crime foi motivado por briga entre facções, segundo informou o delegado regional de Patos, Sylvio Rabello. Confira abaixo vídeo que mostra a ação do detento contra os rivais.

“O presídio está tranquilo e agora vamos investigar como a arma de fogo entrou na unidade. A confusão foi gerada por causa de briga entre facções rivais que ocupam bairros de Patos”, explicou o delegado. Em uma operação 'pente fino' na noite desta quarta, a suposta arma do crime foi encontrada com munições em uma das celas da penitenciária.

O motim na unidade prisional começou por volta das 10h30 quando ocorria a visita íntima. Segundo a Polícia Militar, os apenados ordenaram que as mulheres saíssem do local e, logo em seguida, iniciaram a rebelião.

Unidades do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, Corpo de Bombeiros e homens da Polícia Militar foram deslocados para o presídio.

Os mortos foram identificados como Darlan Alves dos Santos e Mailson dos Santos Nunes. Os feridos foram levados para hospital da cidade. O estado de saúde deles não foi divulgado.

Arma localizada em uma das celas da prisão
Arma localizada em uma das celas da prisão.

Feridos foram socorridos pelo Samu







Veja mais notícias no www.saovicenteagora.com.br curta o Facebook AQUI siga o Twitter AQUI o canal do You Tube AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as principais notícias do dia. Você também pode falar com a redação através do WhatsApp (83) 9 9347- 4768


    Comente pelo Blogger
    Comente pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário