Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Cercado de desafios São Vicente do Seridó comemora 55 anos de emancipação política

Foto reprodução internet 
Atualizado em 22/12/2016 às 22h51


Cercado de desafios para o futuro, o município de São Vicente do Seridó, Estado da Paraíba, a 200 quilômetros da capital João Pessoa, completa, nesta quinta feira 22 de dezembro, 55 anos de emancipação política.

Localizado na região do Seridó Oriental paraibano, com uma média de 631 metros acima do nível do mar,  São Vicente do Seridó faz divisa ao norte com o município de Parelhas, no Estado do Rio Grande do Norte; e com Pedra Lavrada-PB; ao sul, faz divisa com Soledade-PB; ao oeste, com o município de Olivedos-PB; e ao leste com Juazeirinho-PB e Tenório-PB.

Com um território medindo 276,46 km², o município conta com 2 centros urbanos: Seridó e São Vicente, distantes 9 km um do outro, e tem 10.994 habitantes, segundo estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), de 1º de julho de 2016.

Já foi um grande produtor de sisal (agave) e algodão. Em épocas do ano, conta com produção de umbú e cajú, além de feijão e milho. As queimadas e os desmatamentos, fazem com que São Vicente do Seridó esteja entre os 3 municípios do Brasil com maior índice de desertificação e nada tem sido feito para amenizar esta situação.

Sem um plano diretor para regularizar o ordenamento urbano, a cidade cresceu, nestes 55 anos, sem planejamento. Árvores são derrubadas sem que nenhuma lei puna o crime ambiental, calçadas e imóveis tomam espaços dos pedestres e a cidade sofre sem ter um esgotamento sanitário.

São Vicente do Seridó é rico em minério, mas o benefício quem ganha são municípios vizinhos. Ao leste, distante 18 km da sede do município, existem sítios arqueológicos com escrituras rupestres datadas de milhares de anos. Estes sítios arqueológicos, além de viverem abandonados, estão sendo destruídos por mineradoras ou por garimpeiros que lutam pelo pão de cada dia.

Como a grande maioria dos municípios pequenos do Brasil, São Vicente do Seridó enfrenta a violência causada pelas drogas, porém as políticas públicas para combater este mal são muito tímidas ou quase nenhuma.

Nos dias atuais, o que mais a população anseia em obras de infraestrutura além de esgotamento sanitário, são a reforma do ginásio, a revitalização da Lagoa e do Tanque do Chico, ambos patrimônios públicos que ficam no centro da cidade. O município também anseia por escolas com infraestrutura de qualidade para atender os cerca de 2.500 alunos, tanto da rede municipal quanto da rede estadual de ensino.

Mas em meio a todos estes desafios, São Vicente do Seridó tem um povo hospitaleiro, trabalhador, generoso e muito forte. Seu maior evento acontece no final do mês de junho, com a festa de São Pedro. Em 4 dias de festas turistas de várias cidades do Brasil, e até de fora do país, vêm se divertir na festa que é considerada, por muitos, o melhor São Pedro da Paraíba.

Outras datas também são comemoradas, como no mês de abril, a festa do padroeiro São Vicente Ferrer; no mês de maio, o Dia das Mães, com um grande evento de premiação e distribuição de brindes; em setembro, o Dia da Independência, com belos desfiles cívicos; em novembro o Dia do Evangélico; e no início do mês de dezembro a já tradicional cavalgada, que reúne milhares de vaqueiros de cidades da Paraíba e até de outros estados. Também no mês de dezembro tem o Festival de Brega em Seridó, onde se comemora a festa de emancipação política do município.

Nos últimos anos, centenas de sãovicentinos e seridoenses ingressaram no ensino superior e isso tem mudado a realidade no município. Cada vez mais jovens pensantes e questionadores têm exigido seus direitos e uma melhor qualidade de vida para os habitantes.

A História do município, às vezes, confunde o entendimento de algumas pessoas. Para o Governo Federal o município é Seridó. Para o Governo Estadual, uma lei de 1968 diz que o município é São Vicente do Seridó, e por isso causa confusão na hora de se entender a história do município.

História

O município tem duas histórias. Uma ligada à fundação do povoado de São Vicente e a outra do povoado Santo Antônio (Seridó).

Por volta de 1820, Manuel Barbosa e seu irmão José Barbosa, vieram da cidade de Patos, Sertão da Paraíba em busca de terras para se fixar. Cansados, eles pararam para descansar e no dia seguinte, viram que ali havia água e um rio, (Rio Seridó).

Os irmãos estudaram o lugar e resolveram que ali fundariam um povoado, que tempos depois deu origem a vila de Santo Antônio. Eles construíram uma pequena capela de pau-a-pique na margem esquerda do rio para adorar ao santo Católico Santo Antônio (essa imagem se encontra no museu de uma escola da cidade de Cubati - PB.

Em 1870, o então Sítio Santo Antônio pertencia a senhora Maria Beata que era uma grande criadora de bodes da região, onde já existiam algumas casas na referida propriedade.

A instalação no local por iniciativa de seus moradores de uma bolandeira, para beneficiamento de algodão, já que a região era uma grande produtora de algodão, foi o marco decisivo para o desenvolvimento do povoado. Muitos moradores para ali se deslocaram atraídos pela oferta de trabalho, onde construíram casas residenciais e comerciais.

Em 30 de março de 1938 o povoado de Santo Antônio passou a ser distrito do município de Soledade - PB. No dia 31 de dezembro de 1943 o distrito de Santo Antônio passou a ser chamado de Seridó e em 22 de dezembro de 1961, o distrito de Seridó foi desmembrado de Soledade, tornando-se Município.

Anos mais tarde, há 9 km do Município, crescia e se desenvolvia o povoado com o nome de Chico, ao redor de uma casa de farinha, de propriedade do senhor André Mota, que depois foi vendida ao senhor Santo Vieira, que instalou uma mercearia no local .

Anos depois o povoado passou a ser chamado de São Vicente, em homenagem a família de Antônio Vicente, antigo morador da comunidade que doou o terreno para a construção da Capela São Vicente Férrer e em 1958 sofreu modificações e se transformou em Matriz local.

No dia 18 de janeiro 1962, foi criado o distrito de São Vicente pertencente ao município de Seridó e no dia 9 de janeiro de 1968, o distrito de São Vicente passou a ser a sede do município e o município a se chamar São Vicente do Seridó.   

Veja mais notícias no www.saovicenteagora.com.br curta o Facebook AQUI siga o Twitter AQUI o canal do You Tube AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as principais notícias do dia. Você também pode falar com a redação através do WhatsApp (83) 9 9347- 4768




    Blogger Comment
    Facebook Comment

1 comentários: