domingo, 20 de novembro de 2016

Mesmo com baixa La Niña, metereologista prevê muita chuva para o Nordeste


Resultado de imagem para muita chuvas para o Nordeste
Diário do Sertão
Foto ilustrativa da internet


Esse fenômeno é responsável pelo resfriamento anormal das águas do Pacífico e do Atlântico Sul, e está presente no Brasil desde outubro de 2016.

Diferente de outras regiões, no nordeste as manhãs começam com mais de 20°C, enquanto no sul e sudeste apresenta baixas temperaturas. Devido a uma alta pressão com temperaturas fora do comum nesta época do ano, trazendo uma massa de ar fria para parte do centro-sul, esse sistema já foi confirmado que é a presença da La Niña.

Esse fenômeno é responsável pelo resfriamento anormal das águas do Pacífico e do Atlântico Sul, e está presente no Brasil desde outubro de 2016. Uma de suas características é baixar as temperaturas no sul e sudeste.

Apesar do frio fora do normal em novembro, as temperaturas devem ficar dentro do comum nos próximos meses. Também ela vai ajudar na distribuição da chuva, no norte e nordeste, que terão aumento de chuvas. Já no sudeste e sul do país terão carência de chuvas e sofrerão esquentamento durante o período em que o fenômeno La Niña estiver ativo.





Veja mais notícias no www.saovicenteagora.com.br curta o Facebook AQUI 
siga o Twitter AQUI o canal do You Tube AQUI do São Vicente Agora e fique 
atualizado com as principais notícias do dia. Você também pode falar com a
redação através do WhatsApp (83) 9 9347- 476 




Nenhum comentário:

Postar um comentário