sábado, 26 de novembro de 2016

Astrônomo cristão assegura que Deus não criou vida fora da Terra

Gospel Mais
Foto reprodução Gospel Mais


Não existe vida extraterrestre. Essa convicção pertence ao astrônomo Hugh Ross, um docente da Universidade de Torono no assunto e teólogo que exerce o ministério pastoral paralelamente à carreira acadêmica.


Segundo Ross, ao invés de a ciência perguntar se estamos sozinhos no universo ou existe vida em outros planetas, o correto seria buscar respostas sobre o “por quê estamos aqui”.
Em uma entrevista concedida ao Christian Today, o astrônomo cristão afirmou que a partir de seus anos de estudo e reflexão sobre astronomia e teologia, chegou à conclusão de que Deus olha para a Terra de forma singular, especial, e que toda o desenvolvimento do universo deriva da história bíblica da criação, queda do homem de sua condição original e a redenção através de Jesus.


“A história e composição do universo cumprem o propósito de Deus e possibilitam que milhares de milhões de seres humanos ouçam e respondam a oferta de redenção de seus pecados e a uma relação segura e amorosa com Deus”, disse Hugh Ross.


Em resposta às afirmações de que “a vida física consciente” também existe no restante do universo, Ross refutou os quatro pressupostos principais usados nessa argumentação, que são: a água é o único determinante para estabelecer uma zona habitável em um planeta; cada estrela é candidata a eventualmente se tornar um planeta habitável; a origem da vida é um passo naturalmente fácil; e o processo natural da evolução de um organismo unicelular simples, equivalente aos seres humanos, é inevitável, dada a passagem de vários bilhões de anos.


De acordo com o estudioso, nada é verdadeiro nessas afirmações, porque para um planeta ser verdadeiramente habitável é necessário que ele abrigue, simultaneamente, elementos como água, radiação ultravioleta, processo fotossintético, ozônio, taxa de rotação, obliquidade, marés, estratosfera e campo elétrico atmosférico.


Concluindo sua argumentação, ele lembrou que dos 3.547 planetas descobertos até agora, apenas um dos que estão localizados em todas as nove zonas habitáveis conhecidas e tem registro de vida: a Terra. “Temos muitas motivações para adorar e louvar a Deus por Sua criação”, disse ele, reforçando seu argumento, teológico, de que o Criador nos deu atenção especial.

Veja mais notícias no www.saovicenteagora.com.br curta o Facebook AQUI 
siga o Twitter AQUI o canal do You Tube AQUI do São Vicente Agora e fique 
atualizado com as principais notícias do dia. Você também pode falar com a
redação através do WhatsApp (83) 9 9347- 476




Nenhum comentário:

Postar um comentário