segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Açudes de 24 municípios paraibanos estão praticamente secos após agravamento da seca

 
Click PB
Foto reprodução Click PB


Dos 127 açudes monitorados pela Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado (AESA), 67 estão com menos de 5% do seu volume.

Aumentou o número de reservatórios em situação crítica na Paraíba. Dos 127 açudes monitorados pela Agência Executiva de Gestão das Aguas do Estado (Aesa), 67 estão com menos de 5% do seu volume.

Desse total, 24 açudes estão praticamente secos. A situação mais grave é nos reservatórios Algodão, em Algodão de Jandaíra; Poleiro e Tapera, em Barra de Santa Rosa; Campos, em Caraúbas; Bichinho, em Barra de São Miguel; Gurjão, em Gurjão; Cachoeira dos Alves, em Itaporanga; Carneiro, em Itaporanga; Carneiro, Jericó; São Mamede, São Mamede; Olivedo, em Olivedos; Ouro Velho, em Ouro Velho.

Os açudes de Caraibeiras, em Picuí; Riacho de Santo Antônio, em Riacho de Santo Antônio; Jenipapeiro, em São José da lagoa Tapada, Serra Branca I, em Serra Branca; São José IV, em São José de Sabugi; Pilões, em São João do Rio do Peixe, Lagoa do Meio, Manoel Marcionilo e Novo II, em Taperoá, e Sabonete, em Teixeira, também estão praticamente secos.

Ainda de acordo com a Aesa, outros 31 reservatórios em observação têm menos de 20% de seu volume. Apenas 29 reservatórios, estão com suas capacidades de armazenamento superior a 20%.

O açude com maior volume é o de São Salvador, em Sapé. O reservatório tem capacidade de armazenamento de  12.657,20 m3, e está com 88,6% de seu volume total.



Veja mais notícias no www.saovicenteagora.com.br curta o Facebook AQUI 
siga o Twitter AQUI o canal do You Tube AQUI do São Vicente Agora e fique 
atualizado com as principais notícias do dia. Você também pode falar com a
redação através do WhatsApp (83) 9 9347- 476




Nenhum comentário:

Postar um comentário