segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Se não chover no início de 2017 mais de 1,4 milhão de paraibanos vão ficar sem água

Boqueirão ficará inutilizado a partir de abril de 2017
Portal Correio
Reprodução/TV Correio HD

  
De acordo com Francisco Sarmento, crise hídrica do sistema Coremas-Mãe d'Água e no açude de Boqueirão deve piorar caso o início de 2017 seja de mais estiagem.

O colapso do sistema Coremas-Mãe d’Água e do açude de Boqueirão vai deixar mais de 1,4 milhão de pessoas sem água nas torneiras caso não chova nos primeiro meses de 2017. O alerta foi feito nesta sexta-feira (14), pelo professor doutor em recursos hídricos, Francisco Sarmento, durante o Correio Debate da TV Correio.

De acordo com Francisco Sarmento, a gravidade do problema no sistema Coremas-Mãe d’Água se dá pelo fato de que os mananciais dependem exclusivamente de chuva, já que eles não vão ser beneficiados com a transposição do São Francisco.

O sistema Coremas-Mãe d’Água, que além de abastecer a Paraíba também é responsável por abastecimento em municípios do Rio Grande do Norte, não vai receber água do São Francisco. Se não chover a expectativa é de colapso em cidades como Patos e Pombal”, disse Francisco Sarmento.

Veja mais notícias no www.saovicenteagora.com.br curta o Facebook AQUI siga o Twitter AQUI o canal do You Tube AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as principais notícias do dia. Você também pode falar com a redação através do WhatsApp (83) 9 9347- 4768






Nenhum comentário:

Postar um comentário