segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Ricardo admite cumprir o mandato até o fim e não disputar nenhum cargo em 2018

Resultado de imagem para Ricardo admite ficar de fora da disputa e cumprir o mandato até o fim de 2018: “Isso não me incomoda” 
PB Agora
Foto reprodução PB Agora


Depois de ter admitido a possibilidade de se desincompatibilizar do cargo de governador para disputar um mandato no Senado Federal em 2018, o governador Ricardo Coutinho (PSB) disse, nesta segunda-feira (10), que a possibilidade de permanecer no mandato até o final de 2018 também não está descartada. Segundo o governador, outro nome do PSB poderá ser escolhido para dar continuidade ao projeto do partido que foi implantado na Paraíba em 2010.

“Eu, na verdade, não estou pensando em muita coisa para mim. Eu jogo onde for melhor para o time. Se acharem que eu devo ficar até o final da gestão, é claro que eu fico, eu não tenho problema com essa questão. No tempo oportuno, o governo mostrará o nome que haverá de suceder e conduzir a continuidade dessa política que muda a Paraíba”, declarou.

Ricardo garantiu que, mesmo com a possibilidade de ele não postular as próximas eleições, seu grupo não sairá enfraquecido.

“Alguns precipitados, que não puderam subir em palanques nas eleições porque eram rechaçados até por candidatos do próprio partido, acham que o governo que eu represento chegará frágil nas eleições. Eu quero apenas lembrar que tem 2.500 Km de estradas construídas, 1.100 Km de adutoras, um governo que abriu 10 hospitais e vai abrir mais três, um governo que produziu isso jamais chegará frágil. A política do tapinha nas costas, apesar de aparentar em alguns casos estar ressuscitando, eu acho que está enterrada. Até aqueles que se elegeram em função disso haverão de, em pouco tempo, mudar a estratégia”, observou.

Em 2016 o PSB garantiu o maior número de prefeitos e também de vereadores e continua recebendo adesões, o que, segundo Ricardo, deixará o partido ainda mais robusto para a próxima disputa.

“A tendência é essa. Não é só um momento de reencontro, tivemos uma campanha muito difícil para todo mundo, mas o PSB foi o partido que teve mais votos para prefeito, disparadamente, o segundo colocado foi o PSDB. Nós elegemos mais de 100 vereadores em relação ao segundo colocado que é o PMDB. Os nossos aliados, disparadamente, tiveram muito mais votos. É um resultado que estamos celebrando e ajustando, que é o principal, dar conta do recado. O PSB é um partido estadualizado, não estamos numa cidade ou noutra, estamos pelo estado afora com gestões diferenciadas e com uma forma de governar que precisa ser preservada e é isso que estamos articulando e fortalecendo”, explicou.

Na manhã de hoje Ricardo participou de um encontro com todos os prefeitos e vice eleitos nas eleições de 2016. Na ocasião os parlamentares do PSB na Assembleia Legislativa da Paraíba também marcaram presença.

Veja mais notícias no www.saovicenteagora.com.br curta o Facebook AQUI siga o Twitter AQUI o canal do You Tube AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as principais notícias do dia. Você também pode enviar informações para a redação através do WhatsApp (83) 9 9347- 4768





Nenhum comentário:

Postar um comentário