segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Condenado por matar PM em Juazeirinho é morto por espancamento em presídio de CG

Soldado Guerra foi morto com uma facada
 Portal Correio
Foto reprodução Portal Correio


Agentes relataram apenas que Evandir Martiniano foi morto por espancamento e os suspeitos teriam sido companheiros de cela.

O presidiário Evandir Martiniano Dias foi assassinado na manhã desta segunda-feira (10) dentro do Presídio Padrão de Campina Grande, no Agreste do estado. O apenado cumpria pena de 20 anos pela morte do soldado Alexandre Guerra (foto), assassinado em outubro de 2014, em Juazeirinho, na região do Seridó paraibano

A Secretaria de Administração Penitenciária confirmou a morte do apenado, mas falou que não tinha detalhes do ocorrido dentro da unidade prisional. Agentes relataram apenas que Evandir Martiniano foi morto por espancamento e os suspeitos teriam sido companheiros de cela. O Portal Correio tentou contato com a direção, mas o telefone estava desligado.

Evandir Martiniano foi condenado em março deste ano a 20 anos e seis meses de prisão pelo assassinato do policial militar Alexandre Guerra. O assassinato do PM ocorreu na madrugada de 11 de outubro de 2014 no clube municipal, em Juazeirinho.

Conforme constas nos autos processuais, Evandir cortou a garganta do policial com uma faca peixeira na saída de uma festa e foi preso em flagrante. A motivação do crime teria sido um desentendimento entre vítima e acusado.

Veja mais notícias no www.saovicenteagora.com.br curta o Facebook AQUI siga o Twitter AQUI o canal do You Tube AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as principais notícias do dia. Você também pode enviar informações para a redação através do WhatsApp (83) 9 9347- 4768






Nenhum comentário:

Postar um comentário