quarta-feira, 22 de junho de 2016

Suspeito de praticar agiotagem e movimentar cerca de R$ 500 mil, é preso no interior da PB

Objetos foram encontrados com o suspeito
Portal Correio
Foto reprodução Portal Correio


Segundo a polícia, suspeito emprestava dinheiro a juros de modo ilegal a outras pessoas e como garantia empenhava joias em ouro ou fazia a retenção de seus cartões de crédito e até mesmo do cartão do Bolsa Família.

Um homem foi preso, na noite dessa terça-feira (21), suspeito de praticar agiotagem e movimentar cerca de R$ 500 mil com o crime, que era praticado na região do município de Jericó, no Sertão paraibano, a 431 km de João Pessoa.

Com o suspeito, foram encontrados mais de 40 cheques em nome de terceiros, cerca de 30 cartões de créditos e do programa Bolsa Família, de diferentes titulares, além de peças em ouro e notas promissórias.

Veja mais notícias no www.saovicenteagora.com.br curta o Facebook AQUI  siga o Twitter AQUI o canal do You Tube AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as principais notícias do dia. Você também pode enviar informações para a redação através do WhatsApp (83) 9 9347- 4768

Segundo o delegado Elcenho Engel, que coordenou a operação, ainda foram localizados e apreendidos dois revólveres calibre 38 municiados, 12 munições intactas, uma pistola, e uma espingarda de pressão e vários objetos caracterizadores da prática de agiotagem.

A polícia encontrou elementos que provam que o suspeito emprestava dinheiro a juros de modo ilegal a outras pessoas e como garantia empenhava joias em ouro ou fazia a retenção de seus cartões de crédito e até mesmo do cartão do Bolsa Família.

Preso, o homem foi autuado nos crimes contra economia popular, crime de usura, posse irregular de arma de fogo de uso permitido, crime contra o estatuto do idoso, crime contra o sistema financeiro, cuja soma das penas é de 15 anos, sem fiança.







Nenhum comentário:

Postar um comentário