quarta-feira, 22 de junho de 2016

Justiça condena professora a mais de 9 anos de prisão por abusar de criança de 9 anos no interior da PB

 mulher-presa 
Polêmica Paraíba
Foto reprodução Polêmica Paraíba


Foi presa nesta terça-feira (21) a professora Meg Adelizaipe Pereira da Silva, de 26 anos, na cidade de Duas Estradas, no Brejo paraibano, a 124 km de João Pessoa. Ela foi condenada a 9 anos de prisão em regime fechado por atos libidinosos contra uma menina de 9 anos.

O delegado Ricardo Sena, superintendente da 8ª Seccional de Polícia Civil de Guarabira, informou que o caso teria ocorrido em 2010 quando a mãe da garota denunciou a professora pelo crime.

Veja mais notícias no www.saovicenteagora.com.br curta o Facebook AQUI  siga o Twitter AQUI o canal do You Tube AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as principais notícias do dia. Você também pode enviar informações para a redação através do WhatsApp (83) 9 9347- 4768

“Conforme consta nos autos, a criança era vizinha da professora e sempre frequentava a casa dela. Nesse período, a condenada colocava filmes pornôs para a menina assistir e daí começava os atos libidinosos. Exame feito na criança na época comprovou que  a garota foi deflorada”, afirmou.

O Ministério Público apresentou denúncia à Justiça. A professora apresentou defesa, mas foi condenada a 9 anos e seis meses de prisão. Meg Adelizaipe, que está grávida de 8 meses, ainda recorreu da decisão, mas teve os pedidos de relaxamento da prisão negados.

A acusada foi levada para a Penitenciária Feminina Júlia Maranhão, em João Pessoa, onde deve cumprir a sentença judicial.







Nenhum comentário:

Postar um comentário