domingo, 12 de junho de 2016

'Bolo de fungo' é achado por consumidora em caixa de suco de fruta na PB

 'Bolo de fungo' foi encontrado em caixa de suco
Portal Correio
Foto reprodução Portal Correio


Adriana disse que o suco estava guardado dentro da geladeira e, externamente, a caixa não apresentava problema. O fungo foi encontrado após a consumidora abrir a tampa e retirar o lacre.

Uma consumidora de João Pessoa encontrou um ‘bolo de fungos’ ao abrir uma caixa de suco industrializado da marca AdeS. O caso aconteceu na terça-feira (7) quando Adriana Medeiros iria servir o suco no café da manhã para ela e a filha, que tem dois anos. O produto tinha data de validade para 2017 e a empresa responsável pela fabricação afirmou que falou com a consumidora.

Adriana disse que o suco estava guardado dentro da geladeira e, externamente, a caixa não apresentava qualquer problema. O fungo foi encontrado após a consumidora abrir a tampa e retirar o lacre.

Eu abri o suco para tomar café da manhã e minha filha também iria consumir. Retirei a tampa e ao tirar o lacre percebi algo como uma sujeira na parte de cima e estranhei. Resolvi colocar um pouco do suco em um copo e não senti cheiro diferente, gosto diferente ou problema com a cor, mas decidi abrir a caixa para ver se havia algo errado”, contou Adriana.

Veja mais notícias no www.saovicenteagora.com.br curta o Facebook AQUI  siga o Twitter AQUI o canal do You Tube AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as principais notícias do dia. Você também pode enviar informações para a redação através do WhatsApp 9 9347- 4768

Foi na abertura da caixa que a consumidora encontrou o ‘bolo de fungos’ e desistiu de consumir o produto. Por conta disso, Adriana fez fotos e um vídeo sobre o caso, relatou o problema ao Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) da empresa responsável pela fabricação do suco e entrou com uma ação no Procon-JP.

Eu comprava em média 20 caixas de um litro cada, por mês, e estocava na geladeira. Acionei o SAC após o problema, mas estou revoltada com a negligência da empresa e também com o descaso com que trataram essa situação. Não quero nenhuma indenização porque nada de mais grave aconteceu, mas entrei com uma ação no Procon-JP e espero que, no mínimo, a empresa seja multada e que o processo de fabricação passe a ser melhor fiscalizado. Muitas crianças tomam o produto e isso é um descaso com o consumidor”, afirmou Adriana.

Em contato com a reportagem, a assessoria de comunicação da Unilever, empresa responsável pela fabricação do suco, informou que o serviço de SAC da empresa entrou em contato com a consumidora e que o processo de fabricação do suco segue as regulamentações vigentes no Brasil.

"A AdeS informa que já está em contato com a consumidora Adriana Medeiros por meio do SAC. A companhia reforça que possui os mais rígidos padrões de qualidade e segurança dos alimentos, que passam por rigorosos processos de fabricação. A companhia ressalta ainda que atende todas as regulamentações vigentes no Brasil, tanto com relação aos processos de fabricação, quanto aos ingredientes, embalagens e rotulagem", informou a Unilever, em nota enviada a reportagem.







Nenhum comentário:

Postar um comentário