sábado, 28 de maio de 2016

Homem suspeito de assassinar e esconder corpo de paraibana se entrega à Policia

 
WSCOM com Extra
Foto reprodução Extra


Eduardo Santos, sobrinho da vitima, relata que o casal já estava separado e que o ex-marido era agressivo com Tayza

Nayron Vilar da Silva, de 26 anos de idade, se entregou na noite desta sexta-feira, na 53ª DP (Mesquita), e foi preso. Ele é acusado de matar a ex-companheira, Tayza Salustiano dos Santos, de 21 anos, que veio da Paraíba para o Rio em busca de emprego e estava desaparecida, foi encontrada morta, nesta sexta-feira, em Pilares, na Zona Norte do Rio.

O corpo de Tayza foi encontrado na manhã do dia 27 de maio, no interior de uma casa localizada no Morro do Urubu, Bairro Pilares. Segundo Eduardo Santos, sobrinho da vitima, a residência seria do ex-marido da desempregada. Ainda de acordo com Eduardo, antes de ir a polícia, porém, o homem deixou o filho do casal, de dois anos, com uma conhecida, para que ele fosse entregue à família dela.

Veja mais notícias no www.saovicenteagora.com.br curta o Facebook AQUI  siga o Twitter AQUI o canal do You Tube AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as principais notícias do dia. Você também pode enviar informações para a redação através do WhatsApp 9 9347- 4768

Tayza deixou sua terra natal, São José do Sabugi, na Paraíba, e se mudou para a capital fluminense em busca de melhores condições para criar o bebê, há cerca de dois meses.

Eduardo Santos, sobrinho da vitima, relata que o casal já estava separado e que o ex-marido era agressivo com Tayza:

— Ele sempre batia muito nela. E tinha a questão do ciúme também. Mas não sei o motivo do crime, já que eles já estavam separados. Mas ele vai paga pelo que fez. A família ainda não sabe quando será o enterro da vítima.

O caso é acompanhada pela Delegacia de Homicídios da Capital, segundo nota divulgada pela Polícia Civil do Rio.

"Policiais civis da Delegacia de Homicídios da Capital – DH, coordenados pelo Delegado Phelipe Cyrne, prenderam na manhã de hoje, 28 de maio, Nayron Vilar da Silva, de 26 anos de idade, em cumprimento de mandado de prisão expedido no plantão judiciário após representação do Delegado em investigação da própria unidade. Nayron é acusado da morte de sua companheira Tayza Salustiano dos Santos, de 21 anos de idade, desaparecida desde o dia 16 de maio. O corpo de Tayza foi encontrado pela Delegacia, na manhã do dia 27 de maio, no interior de uma casa localizada no Morro do Urubu, bairro Pilares".





Nenhum comentário:

Postar um comentário