sábado, 28 de maio de 2016

Em apenas uma hora dois bancos e Agência do Correios são arrombados no interior da PB

G1 PB
Foto reprodução Itabaiana Hoje


Em uma das ações um caminhoneiro foi mantido como refém.

Duas agências bancárias e uma dos Correios e Telégrafos foram explodidas e menos de uma hora na Paraíba, na madrugada deste sábado (28). Os ataques aconteceram nas cidades de Sumé, no Cariri paraibano, e Jericó, no Sertão do Estado. Em uma das ações um caminhoneiro foi rendido pelos suspeitos. Na outra, a polícia encontrou um veículo abandonado.

O primeiro ataque aconteceu na cidade de Sumé, no Cariri paraibano, por volta de 2h40min. Segundo a Polícia Militar, um grupo de 15 homens chegou na cidade em uma caminhoneta preta e um carro branco, com armas de grosso calibre.

Os homens interceptaram um caminhão que passava pela Rodovia Federal BR-412 e mantiveram o motorista como refém.

Veja mais notícias no www.saovicenteagora.com.br curta o Facebook AQUI  siga o Twitter AQUI o canal do You Tube AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as principais notícias do dia. Você também pode enviar informações para a redação através do WhatsApp 9 9347- 4768

O grupo foi até a agência do Banco do Brasil, no Centro de Sumé, e realizou uma explosão no compartimento do cofre. Entretanto, a Polícia Militar não confirmou se a explosão foi suficiente para abrir o dispositivo de segurança. Depois do ataque os homens fugiram em direção a cidade de Serra Branca, pela BR-412 e espalharam grampos pelo caminho.

Já na cidade de Jericó, no Sertão paraibano, outro grupo formado por cerca de 15 homens explodiram uma agência dos Correios e Telégrafos e ainda um caixa eletrônico do Banco Bradesco, por volta das 3h30min. Segundo a Polícia Militar as duas ações duraram cerca de 30 minutos. Enquanto uma parte do grupo realizava explosões, outra atirava para o alto, causando pânico na cidade. No momento do ataque havia dois policiais no destacamento militar, que ficaram sem ter como sair do local.

A Polícia Militar acredita que os homens não tiveram êxito na ação contra o caixa eletrônico do Banco Bradesco, pois o terminal de autoatendimento não havia sido abastecido ao longo deste semana. Depois da ação o grupo fugiu espalhando grampos pelo caminho. 

Pelas ruas da cidade foram encontradas cápsulas de munições de pistolas de calibre restrito e fuzis. Horas após a fuga, um veículo Polo, que teria sido usado pelo grupo, foi encontrado abandonado. Até 9h ninguém foi preso.






Nenhum comentário:

Postar um comentário