segunda-feira, 23 de maio de 2016

Delegado afirma que homem preso pela polícia queria exterminar moradores de rua em CG

G1 PB
Foto ilustrativa da internet


Informação do delegado foi baseada no depoimento do jovem de 19 anos.

Dois moradores de rua foram mortos a facadas e outro ficou ferido.

Ele falou que estava com vontade de exterminar a metade a população de rua de Campina Grande, alegando que eles não prestavam, que eram ofensivos à sociedade”, informou o delegado de Homicídios de Campina Grande, Antônio Lopes, após ouvir o depoimento do jovem de 19 anos que foi preso suspeito de ter assassinado com golpes de faca dois moradores de rua na manhã desta segunda-feira (23) em Campina Grande, no Agreste paraibano.

Além de ser suspeito de matar dois moradores de rua, o jovem teria ainda deixado outro ferido. A prisão aconteceu em flagrante, horas após os crimes serem registrados no início da manhã. De acordo com Lopes, ele foi às ruas por volta das 3h, quando esfaqueou a primeira pessoa. “Ele disse que bateu a ideia e ele decidiu começar”, disse.

O suspeito agora vai aguardar uma audiência de custódia. "Possivelmente será decretada a prisão preventiva e posteriormente ele será encaminhado para o [presídio do] Serrotão", disse o delegado.

Veja mais notícias no www.saovicenteagora.com.br curta o Facebook AQUI  siga o Twitter AQUI o canal do You Tube AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as principais notícias do dia. Você também pode enviar informações para a redação através do WhatsApp 9 9347- 4768

Ele foi autuado por duplo homicídio qualificado, com os agravantes do motivo torpe e da impossibilidade de defesa das vítimas, que provavelmente estavam dormindo. Uma terceira vítima, que sobreviveu e está internada, ainda não passou por exame de corpo de delito, então ele só vai ser indiciado pela tentativa de homicídio no relatório final da polícia.

De acordo com o Centro Integrado de Operações da Polícia Militar (Ciop), os corpos das vítimas foram encontrados entre as 6h e 7h. No primeiro caso, ocorrido no bairro do Santo Antônio, um morador de rua foi encontrado morto na Rua Santo Antônio, próximo a uma escola pública. Já no Centro da cidade, por volta das 7h, uma moradora de rua foi encontrada morta na rua Elias Asfora. Este crime foi registrado por uma câmera de segurança de um estabelecimento.

O único morador de rua sobrevivente dos três ataques, um homem de 23 anos, natural da cidade de Esperança, está internado em estado regular no Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande. Segundo a assessoria de imprensa da unidade de saúde, a vítima foi ferida por golpes de faca e precisou passar por cirurgia. O homem entrou no hospital às 4h25.





Nenhum comentário:

Postar um comentário