terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Mesmo com chuvas, Açude de Boqueirão chega aos 11% de capacidade, próximo do volume morto

Açude de Boqueirão chega aos 11% de capacidade, proximo do volume morto
Cariri Ligado
Foto reprodução Cariri Ligado



Responsável pelo abastecimento de água de Campina Grande e mais 19 cidades do Compartimento da Borborema, o açude Epitácio Pessoa em Boqueirão, chegou aos 11,9% de sua capacidade de armazenamento e pode atingir o volume morto a qualquer momento. Boqueirão amanheceu nesta terça-feira (02) com 49.086.673 milhões de metros cúbicos de água, segundo dados da Agência Executiva da Gestão das Águas (AESA). Apesar de se aproximar da reserva técnica, a expectativa dos paraibanos, é que o reservatório recupere a sua capacidade devido as chuvas que desde o começo do ano, caem na Paraíba.

O gerente da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa), Simão Almeida, revelou que a qualquer momento a cidade poderá ser abastecida pela água do volume morto do Açude de Boqueirão. Desde dezembro que a Companhia deu inicio a fase de pré-operação.

“O procedimento é eminentemente técnico e, como é a primeira vez que nós estamos lidando com isso, de toda forma causa um certo cuidado. Mas, a gente está com nossa equipe preparada e acredito que não haverá problemas – garantiu.

Curta o Facebook AQUI ou siga o Twitter AQUI do São Vicente Agora, a página de notícias mais acessada da região do Seridó e do Curimataú paraibano e fique atualizado com as notícias

No começo do ano, Boqueirão recebeu recarga de 170 mil m³ em 24 horas. Aporte ocorreu após chuvas em municípios do Cariri.

Sobre o uso de água para aguar o gramado do Amigão, Simão explicou que a Secretaria de Juventude, Esporte e Lazer, que administra o estádio, é um cliente da Cagepa e, por sua vez, é responsável pela economia d’água.

– Quem administra o estádio é um cliente da Cagepa e ele que tem que tomar uma medida. Eu ainda vou procurar me reunir com o administrador lá do estádio porque do poço a água é salobra e se colocar na grama queima a grama, se for colocar do carro-pipa eu não sei a quantidade que consome. Agora, a gente vai correr atrás disso levando em consideração que o consumo é elevado e ver se eles encontram alternativa de substituir a fonte de alimentação para manter o gramado verde – assegurou.






Nenhum comentário:

Postar um comentário