terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Chuvas alcançam todas as regiões da Paraíba e causam estragos; Aesa prevê mais

JP escureceu mais cedo. Às 17h48, visto da Av. Pedro II, ele estava assim
Portal Correio
Foto: Alisson Correia


Chuvas são provocadas por pulsos da zona de convergência intertropical, como disse o meteorologista da Aesa, Alexandre Magno.

A Paraíba está com chuvas em cidades de todas as regiões, nesta terça-feira (23), como informou a Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa). Elas se estenderam do Litoral ao Sertão, em muitos municípios, e no Brejo, o teto de um posto de combustíveis desabou.
Em João Pessoa, as nuvens carregadas foram vistas ao longo do dia, em praticamente toda a cidade. Pouco antes das 18h, o tempo já estava escuro.

Em Guarabira, a 100 km da Capital, o teto de um posto de combustíveis desabou por conta das chuvas na região do Brejo, mas não houve feridos e não havia nenhum carro abastecendo no momento do incidente.

Em Patos, a 317 km de João Pessoa, a tarde foi de chuva forte na cidade sertaneja, conforme registro em vídeo do colaborador Cícero Araújo.

 

As chuvas são provocadas por pulsos da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), como disse o meteorologista da Aesa, Alexandre Magno. “A Zona de Convergência é a principal causadora de chuvas no começo do ano no Nordeste e induz a formação de nebulosidade através de intensas nuvens de chuvas. Os pulsos são os deslocamentos dessas nuvens do oceano para o continente”, explicou.

Segundo Magno, a previsão indica que o tempo deverá permanecer chuvoso pelo menos até a quinta-feira (25) em todas as regiões da Paraíba.

Curta o Facebook AQUI ou siga o Twitter AQUI do São Vicente Agora, a página de notícias mais acessada da região do Seridó e do Curimataú paraibano e fique atualizado com as notícias

Alexandre adiantou também que não há informações sobre o índice de chuvas registrado na tarde desta terça-feira (23) em todas as cidades onde elas ocorrem e que esse balanço completo só será divulgado nesta quarta (24).

De acordo com a Aesa, entre a segunda (22) e a manhã de terça (23), choveu em mais de 40 cidades do estado. Até as 18h desta terça (23), o balanço parcial da Aesa contava oito municípios com chuvas na Paraíba, sendo o maior índice identificado em Rio Tinto.

Defesa Civil da Capital alerta

A Defesa Civil de João Pessoa informou nesta terça (23) que está alerta para monitorar as 31 áreas de risco da Capital, mas que até a tarde não havia recebido chamado de ocorrências graves na cidade.

Qualquer ocorrência por conta das chuvas ou da situação precária de moradias pode ser informada à Coordenadoria de Defesa Civil, por meio da Linha Direta 0800 285 9020, que funciona em regime de plantão durante 24 horas.

Os trabalhos da Defesa Civil de João Pessoa também ocorrem em parceria com a Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur), que faz o recolhimento de lixo, limpeza de galerias e terrenos.




Nenhum comentário:

Postar um comentário