segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Adolescente é estuprada por três homens ao sair de show na PB

 
Portal Correio
Foto ilustrativa da internet





Segundo a delegada Vanderléia Gadi, da Delegacia da Mulher de João Pessoa, a vítima contou que estava na frente do festival de verão esperando a mãe quando foi abordada por dois homens por volta das 2h da madrugada.

Uma adolescente de 15 anos foi estuprada por três homens na madrugada desta segunda-feira (18) após sair do Fest Verão Paraíba, na praia de Intermares, em Cabedelo, na Grande João Pessoa.

Segundo a delegada Vanderléia Gadi, da Delegacia da Mulher de João Pessoa, a vítima contou que estava na frente do festival de verão esperando a mãe quando foi abordada por dois homens por volta das 2h da madrugada, que simularam um assalto.

Curta o Facebook AQUI ou siga o Twitter AQUI do São Vicente Agora, a página de notícias mais acessada da região do Seridó e do Curimataú paraibano e fique atualizado com as notícias

“A garota disse que tinha saído do show sozinha e estava na frente do local do Fest Verão Paraíba quando dois homens a abordaram e pediram para ela ficar calma. A dupla a levou até a areia da praia de Intermares onde já tinha um terceiro rapaz. No local ela foi obrigada a manter relação sexual com os três. A adolescente era virgem”, comentou a delegada.

Após o estupro, a garota foi abandonada despida na areia da praia. Ao perceber que os suspeitos tinham fugido, de acordo com a delegada, a menina saiu correndo sem roupa pela pista. “Ela pediu socorro e a Polícia Militar a trouxe para a delegacia. A adolescente foi levada para a Maternidade Cândida Vargas, na Capital, onde tomou o coquetel para prevenir possíveis doenças”, falou Vanderleia Gadi.

Laudos emitidos pela Maternidade Cândida Vargas e Instituto de Medicina Legal (IML) de João Pessoa constaram o estupro, conforme informou a delegada. Os suspeitos ainda não foram identificados, mas as polícias Civil e Militar estão trabalhando para prender os responsáveis pelo crime. O inquérito será presidido pela Delegacia da Mulher de Cabedelo.






Nenhum comentário:

Postar um comentário