sábado, 26 de dezembro de 2015

Vaza na internet fotos de quem usou VPN no bloqueio do WhatsApp

 
Cultura Geral
Foto: ilustrativa da internet



As investigações até o momento apontam para um fórum na Deep Web com 6 milhões de fotos íntimas.

Na quinta-feira (17) o aplicativo whatsapp estava bloqueado no Brasil e alguns usuários burlaram a proibição por meio do VPN (Rede Virtual Privada). Esta alternativa é altamente perigosa para o sigilo de suas informações, especialmente fotos íntimas, senhas e dados bancários.

Quando se cria uma VPN, abre-se um caminho de duas mãos, ou seja, o WhatsApp passa a funcionar por ali e, ao mesmo tempo, o domínio detentor da VPN passa a ter acesso a todos os dados do aparelho.

Coincidência ou não, diversos boletins de ocorrência foram abertos nas primeiras horas desta sexta-feira (18/12/15) em delegacias de crimes eletrônicos de todo o Brasil. Fotos foram vazadas na porção mais obscura da internet, a Deep Web.

Curta o Facebook AQUI ou siga o Twitter AQUI do São Vicente Agora, a página de notícias mais acessada da região do Seridó e do Curimataú paraibano e fique atualizado com as notícias

Deep Web é uma expressão em inglês que quer dizer “Internet Profunda”, na tradução literal para a língua portuguesa. É uma zona da internet constituída por um conjunto de sites, fóruns e comunidades que não podem ser detectados pelos tradicionais motores de busca, como o Google ou o Bing, por exemplo.

Ana Paula Greenberg é bancária e tem 26 anos. Embora nunca tivesse enviado nenhuma foto íntima para ninguém (fato comprovado pela perícia que investiga o crime), tinha por hábito se fotografar. Estas fotos inéditas passaram a ser compartilhadas por usuários da Deep Web e já chegou aos grupos do aplicativo whatsapp.

As investigações até o momento apontam para um fórum na Deep Web com 6 milhões de fotos íntimas. O tópico criado ontem tem o suspeito título de Blackout WA Brazil. Se você utilizou ainda que por poucos minutos o VPN para acessar o whatsapp seus dados neste momento podem estar na Deep Web e em breve podem surgir nas dimensões visíveis da internet brasileira.






Nenhum comentário:

Postar um comentário