terça-feira, 3 de novembro de 2015

São Vicente do Seridó - PB: Cerca de 5 mil pessoas visitaram o cemitério da cidade

Fotos São Vicente Agora


São Vicente do Seridó - PB: Cerca de 5 mil pessoas compareceram nesta segunda feira 02, Dia de Finados, ao Cemitério Público Municipal  Frei Pascoal Becker, de São Vicente do Seridó, para visitar os túmulos de parentes e amigos.

No dia dedicado aos mortos o local foi tomado de muita comoção. Flores, velas e mensagens para os entes queridos foram deixados nos túmulos para homenagear quem não está mais presente neste mundo. 

A maior concentração de pessoas foi pela parte da manhã, quando milhares de pessoas lotaram o cemitério, que é considerado um dos mais bonitos e organizados da região.

Durante o período da tarde também houve uma grande movimentação até o início da noite. O cemitério, que atualmente foi revitalizado pela prefeitura, recebeu nova pintura e iluminação de qualidade.

Ambulantes que montaram suas barracas próximo ao cemitério e vendiam velas, flores, grinaldas e alimentos afirmaram à reportagem do São Vicente Agora que as vendas deste ano foram melhores que as do ano passado. O fluxo de visitantes foi maior nas primeiras horas da manhã e no final da tarde.

Curta a página do Facebook AQUI ou siga o Twitter AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as notícias

Procurando confortar as famílias, a Igreja Evangélica Assembleia de Deus realizou, pela manhã, um culto ao ar livre em frente ao cemitério e diversos louvores foram cantados, exaltando a Deus e falando de esperança e de amor.

Cerca de 70 pessoas são enterradas por ano no cemitério que, recebeu o primeiro sepultamento, no dia 16 de abril de 1964, mas um fato curioso é que, também há muitos túmulos abandonados.


Origem do Dia de Finados

A origem deste feriado remete ao ano 998. Antes, já existia o costume de se enterrar e se rezar pelos mortos, mas a data de 2 de novembro foi oficialmente instituída por um monge beneditino, Odilo de Cluny, que viveu do ano 962 ao ano 1049.
Na data, o monge ordenou aos clérigos de sua abadia e a todos aqueles que seguissem a Ordem Beneditina que deveriam rezar pelas almas dos mortos. O costume se popularizou a partir do século XII, quando deixou de ser algo somente da igreja.



 Clique nas fotos para ampliar as imagens




Túmulos abandonados



  




Nenhum comentário:

Postar um comentário