terça-feira, 10 de novembro de 2015

Grupo suspeito de série de arrombamentos e assaltos é detido com armas e veículos na PB

Momento em que o grupo se entregou à Polícia Militar 
Portal Correio
Foto reprodução Portal Correio


Quadrilha detida era formada por cinco maiores de idade e um menor; Polícia Militar informou que pelo menos quatro deles já responderam processos pelos mesmos crimes dos quais são suspeitos.

Uma quadrilha com seis integrantes foi detida na Zona Rural do município de Araruna, no Agreste da Paraíba, a 165 km de João Pessoa, no fim da tarde desta segunda-feira (9). Dos detidos, cinco são maiores de idade e um é menor. Eles são suspeitos de uma série de arrombamentos a imóveis e assaltos na região. A ação teve a participação das Polícias Militares de Araruna, Cacimba de Dentro e Dona Inês.

Segundo o sargento Jeremias, da PM de Araruna, o grupo já era conhecido pela população local pelos crimes que já cometeu. Na manhã desta segunda, moradores perceberam que os suspeitos estavam circulando pela área em veículos e os denunciaram à polícia, que passou a procurá-los.

Curta a página do Facebook AQUI ou siga o Twitter AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as notícias

“Um dos membros da guarnição de Araruna recebeu uma informação que o levou até o grupo. A PM então bloqueou uma estrada vicinal e impediu a passagem da quadrilha”, disse o sargento. Ele acrescentou que o fato ocorreu no Sítio Mata Velha, a cerca de 10 km do Centro de Araruna. Não houve resistência por parte dos suspeitos.

De acordo com a PM, foram apreendidas três armas, sendo um rifle de calibre 44, uma espingarda de calibre desconhecido e um revólver 38. Além do armamento, foram recolhidos dois carros (Ford Ka e Chevrolet Celta) e duas motos, utilizados pelo bando.

A quadrilha foi direcionada para a delegacia do município de Solânea, que fica responsável pelas ocorrências da região no turno da noite. Conforme adiantou Jeremias, dos seis detidos, pelo menos quatro já responderam processos pelos mesmos crimes dos quais são suspeitos desta vez.






Nenhum comentário:

Postar um comentário