quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Bando toca o terror em cidade do Cariri, explode banco, mas pode ter fugido sem levar o dinheiro

De Olho no Cariri
Foto reprodução De Olho no Cariri


 
A população de Serra Branca acordou aterrorizada com tiros e rajadas provocadas por explosivos detonados contra a agência do Banco do Brasil da cidade. A ação foi comandada por um grupo de cerca de 15 homens que de posse de armas pesadas se espalharam nas ruas centrais do município e disparavam tiros sem cessar intimidando a população dentro de suas residências. 

Três policiais militares que estavam de plantão na cidade foram encurralados na Companhia de Polícia Militar por alguns dos criminosos que ainda tentaram invadi-la para desmoralizar as autoridades e roubar o armamento.

Durante quase uma hora de terror, alguns dos criminosos se dedicaram a invadir o Banco do Brasil pela porta de trás da agência e explodiram dinamites no cofre central. Segundo o tenente Igor Pires, entretanto, os explosivos podem não ter conseguido atingir as gavetas do cofre e desta forma não ter subtraído o montante ali contido. Apenas a perícia poderá confirmar se o roubo foi ou não bem sucedido.

Curta a página do Facebook AQUI ou siga o Twitter AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as notícias

Os bandidos destruíram ainda a vidraça de uma loja de variedades no centro de Serra Branca e os disparos podiam ser percebidos em carros e casas localizadas nas proximidades do banco.

Os criminosos fugiram inicialmente em direção a São José dos Cordeiros, mas a polícia acredita que sua rota de fuga foi mesmo a cidade de Campina Grande. Dois carros foram utilizados para o crime, uma pick-up branca e um gol preto.

A Polícia Militar do Cariri e até de Campina Grande foi acionada rapidamente, mas os bandidos espalharam grampos por quase todas as entradas de Serra Branca e até próximo ao município de Boa Vista, entrada da BR 412, rodovia federal que corta a região. Ao todo, 7 viaturas que rapidamente tentaram se deslocar para a cidade tiveram os pneus furados pelos grampos.

A polícia confirmou que ninguém foi feito refém, apenas duas pessoas que estavam próximo a Prefeitura de Serra Branca foram abordadas e liberadas para seguirem para casa.




Nenhum comentário:

Postar um comentário