terça-feira, 15 de setembro de 2015

Polícia diz que comerciante foi morto na PB após rixa que durava cerca de um ano

Carro foi achado em canavial 
Portal Correio
Foto reprodução Portal Correio




Corpo foi achado em canavial; suspeito de ser o mandante do crime e a vítima teriam brigado, o que acabou levando ao crime.

O comerciante de 39 anos achado morto em um canavial de Alagoa Nova (Agreste do estado, a 148 km de João Pessoa), nessa segunda-feira (14), teria sido morto após uma briga entre ele e o mandante do assassinato. Dois suspeitos foram presos nessa segunda e nesta terça (15), mas outros dois ainda são procurados pela polícia.

O delegado Henry Fábio disse que o primeiro suspeito, de 19 anos, foi preso na segunda e teria apontado os outros envolvidos no homicídio.

O suspeito de ser o mandante do crime, um homem de 53 anos, preso nesta terça, teria tido um desentendimento com a vítima há mais de um ano, o que acabou provocando uma rixa entre os dois, o que levou à morte do comerciante.

Curta a página do Facebook AQUI ou siga o Twitter AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as notícias

Segundo o delegado, três pessoas foram contratadas pelo suspeito de 53 anos para sequestrar e matar o comerciante por motivo fútil.

A vítima e o filho de quatro anos, que também seria alvo dos suspeitos, foram sequestrados na noite de domingo (13), quando saiam de casa em Matinhas (a 143 km da Capital). A criança escapou da ação.

Os dois presos foram ouvidos e autuados na Delegacia de Esperança, cidade do Agreste, região onde ocorreu o crime.





Nenhum comentário:

Postar um comentário