quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Vídeos pornográficos viram febre no WhatsApp com jovens do interior da PB

Diário do Sertão
Foto ilustrativa da internet


O vídeo mais famoso divulgado no aplicativo foi #Épequena, gravado nas proximidades da Câmara de vereadores em Cajazeiras.

O assunto mais badalado dessa terça-feira (12) na mídia e rodas de conversas das regiões de Sousa e Cajazeiras foi o vídeo que vazou no WhatsApp de um casal da cidade de Nazarezinho. As imagens do casal teriam sido gravadas durante a madrugada se espalharam e foram compartilhadas no aplicativo.

O episódio tem se repetido em várias cidades da Paraíba, mas no Sertão do Estado os vídeos acalorados são mais freqüentes. No Vale do Piancó, o caso envolvendo uma menor de idade foi parar da delegacia. O vídeo neste fato foi gravado pelo namorado da adolescente.

Recentemente, a radialista de Sousa, Ivoneide Lopes revelou que numa cidade da região, mulheres solteiras e casadas que estão mostrando tudo através do aplicativo. "Mocinhas, mulheres casadas se mostrando sem necessidade. Tenham cuidado com o que você faz, com o que você fala”.

Curta a página do Facebook AQUI ou siga o Twitter AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as notícias.

No mês de julho deste ano, uma jovem da cidade de Marizópolis, região de Sousa teve sua intimidade exposta.  Ela mesma se filmou em diversas posições sexuais, fazendo depilação íntima e se masturbando.

Em julho de 2014, o vídeo da universitária e filha de político da cidade de Cajazeiras vazou no WhatsApp e causou a maior aflição na família.

E o caso mais ‘famoso’ em Cajazeiras foi a cena de sexo na Praça das Oiticicas, próximo a Câmara de vereadores, no centro da cidade de Cajazeiras. O vídeo vazou no WhatsApp e foi a sensação da cidade e o assunto mais comentado nas redes sociais.

O WhatsApp, que é um aplicativo bastante interativo e foi criado com o objetivo da interação instantânea entre as pessoas tem sido alvo de utilização pornográfica e passou a ser usado sem qualquer critério.





Nenhum comentário:

Postar um comentário