Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Preso suspeito de matar garota em motel de CG; irmã da vítima aponta cúmplice

 Suspeito teria atirado após a namorada negar sexo
Portal Correio
Foto reprodução Portal Correio



Suspeito segue para presídio nesta quarta; irmã da vítima indicou que o outro homem, que estaria acompanhado de uma mulher na ocorrência, também fez ameaças, fato que havia negado em primeiro relato.

Foi preso no final da tarde desta terça-feira (14) o principal suspeito de assassinar uma menor de idade em um motel na cidade de Campina Grande, no último domingo (12). A informação foi confirmada pelo delegado Francisco de Assis, da Delegacia de Crimes Contra a Pessoa. Segundo ele, também nesta terça, a irmã da vítima, que presenciou o crime, mudou a versão do depoimento inicial e apontou o outro homem presente na ocorrência como cúmplice.

“A irmã da vítima foi ouvida novamente e disse que tinha feito sob ameaça de morte o depoimento anterior”, contou o delegado. Em um primeiro momento, segundo Francisco de Assis, a garota teria dito que o outro homem presente no momento do crime não teria participação. Desta vez, ela indicou que o segundo homem, que estaria acompanhado de uma mulher, também fez ameaças. Ele já havia prestado depoimento e liberado, quando a Polícia Civil se baseou no primeiro relato que o inocentava. A polícia ainda estudaria uma nova convocação dele para depor.

Curta a página do Facebook AQUI ou siga o Twitter AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as notícias.

O suspeito de ter atirado na menor foi detido no distrito de São José da Mata, onde residia, segundo a polícia. O crime teria sido cometido após a vítima negar relação sexual. Ele foi direcionado ao cárcere da Central de Polícia de Campina Grande e seguiria para o Presídio Padrão nesta quarta-feira (15). Ele aguardaria julgamento na unidade prisional.

“Ao ser preso, o suspeito disse q não namorava com a jovem assassinada e que tinha acabado de conhecê-la”, revelou o delegado, que explicou que a irmã da vítima teria sido chamada para um ‘passeio’ pelo grupo, mas que, no motel, não teria participado dos atos sexuais com os dois casais.






    Comente pelo Blogger
    Comente pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário