segunda-feira, 20 de julho de 2015

Companhia aérea esquece criança de sete anos que viria para João Pessoa - PB

Blog do Gordinho com G1
Foto reprodução Blog do Gordinho



Os pais da menina, o casal Carolina Petter e Felipe Caselli, contaram que deixaram a filha no aeroporto na manhã de domingo. Após o check-in, eles pagaram R$ 100 para que ela fosse acompanhada.

bilhete-tamUma menina de sete anos perdeu um voo no aeroporto de Guarulhos no domingo (19) após um funcionário terceirizado da companhia aérea TAM deixar a criança sozinha no portão de embarque errado, segundo a família. A TAM admitiu que houve uma falha no processo de embarque, mas nega que a passageira ficou desassistida (veja abaixo a nota da TAM).

A voo tinha como destino a cidade de João Pessoa (PB), onde a garota se encontraria com os avós. Os pais da menina, o casal Carolina Petter e Felipe Caselli, contaram que deixaram a filha no aeroporto na manhã de domingo. Após o check-in, eles pagaram R$ 100 para que ela fosse acompanhada.

Um funcionário da TAM, que também faria o auxílio de uma senhora e uma pessoa com deficiência, passou a acompanhar a criança perto das 11h20, segundo o casal. O voo estava marcado para às 11h55. Carolina contou que ficou nervosa ao ver o funcionário questionar a criança se ela iria para Salvador. A mãe respondeu que era para João Pessoa e decidiu permanecer no aeroporto para se certificar de que a filha tinha embarcado.

Já no horário do voo, uma atendente relatou aos pais ter visto no sistema que a criança já estava dentro do avião. A mãe resolveu, no entanto, mandar uma mensagem por celular para se certificar de que estava tudo certo com a filha, mas achava que não receberia resposta porque a criança já estaria dentro da aeronave.

Curta a página do Facebook AQUI ou siga o Twitter AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as notícias.

Ao perceber que havia perdido o voo e estava sozinha, a menina começou a chorar na sala de embarque. Por telefone, o pai precisou instruí-la a pedir informações para chegar ao check-in da TAM. Uma outra atendente ainda quis oferecer uma opção de voo com escala no Rio de Janeiro. Nervosa, a família rejeitou a opção.

“Fazia um mês que eu estava falando que iria dar tudo certo para minha filha: que um atendente iria cuidar dela, que ela não precisava ter medo. No final nada deu certo”, disse a mãe, Carolina Petter. Segundo ela, a família estuda entrar com uma ação contra a empresa aérea.

A criança deve embarcar para a capital paraibana nesta segunda-feira (20). O avó da garota resolveu pagar uma passagem do próprio bolso para ir buscá-la em São Paulo.

Veja abaixo a nota da TAM:

A TAM esclarece que em relação ao tema da menor desacompanhada, com voo programado para o  domingo 19/7 (JJ 3356 – Guarulhos/São Paulo – João Pessoa), houve uma falha no processo de  embarque da menor, ocasionando a perda do voo.

No entanto, a companhia reforça que a menor não  deixou de ser assistida por um funcionário da TAM. A TAM está em contato com a família para manifestar sua solidariedade e prestar qualquer assistência necessária.






Nenhum comentário:

Postar um comentário