domingo, 28 de junho de 2015

Seridó paraibano: Proprietário amarra ladrão e o entrega a polícia após impedir roubo de seu veículo

Blog de Nova Palmeira
Foto reprodução Blog de Nova Palmeira


Por volta das 04h30min da manhã deste domingo (28), a tentativa de furto a uma caminhoneta ocorreu nas proximidades da praça de eventos de Picuí no Seridó paraibano. O senhor Juventino proprietário do veículo, acordou no momento da ação delituosa, saindo em perseguição e após alguns pequenos acidentes, envolvendo o veículo que estava sendo furtado, conseguiu pegar o ladrão.

Segundo o filho do senhor Juventino, proprietário do veículo o mesmo acordou com o barulho de um meliante roubando sua caminhonete. A vítima correu em direção ao carro que estava sendo furtado e quase era atropelado pelo meliante que fugiu em alta velocidade pela rua que dava acesso ao palco montado para os festejos juninos, vindo a colidir com o ônibus de uma das bandas que se apresentou na festa, em seguida bateu no muro do estádio municipal e caiu num muro de arrimo de uma construção nas proximidades, não tendo mais condições de prosseguir com a fuga. O ladrão foi pego e imobilizado pelo proprietário do veículo.

Curta a página do Facebook AQUI ou siga o Twitter AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as notícias.

 - "Chamamos a policia militar e me desloquei até a delegacia da polícia civil a qual fui informado que a mesma não poderia comparecer ao local por que havia apenas um agente de plantão, depois de esperar mais de meia hora a polícia militar chegou ao local pra levar o meliante detido e, como se não bastasse, meu pai ainda teve que se deslocar de Picuí até a cidade de Cuité para registar o boletim de ocorrência, já que na Sétima Delegacia Regional de Polícia Civil, em Picuí, não havia delegado de plantão; isto é um descaso com os cidadãos picuienses que pagam seus impostos e nem sequer tem direito a uma segurança digna e esta cena se repete dia após dia. Hoje foi com meu pai, amanhã pode ser com outra pessoa. O cidadão trabalha, se sacrifica para conseguir alguma coisa e vem um vagabundo para levar de boa e o pior é que ele ainda falou: “Robei o carro por que roubaram minha moto e eu tinha que ir atrás”; ainda bem que de certa forma o prejuízo foi apenas material e meu pai saiu ileso nesta situação toda. Pena que nossa justiça brasileira é muito falha. O vagabundo comete um crime como este, faz o maior terror, vai preso, dias depois paga uma fiança e volta às ruas para praticar crimes novamente, este é o nosso Brasil" - desabafou Jullys filho da vítima.

O autor do delito foi José Diego dos Santos Silva, que foi levado para a delegacia de Cuité e ouvido pelo delegado plantonista, Dr Durval Barros, que determinou uma fiança foi em 4 mil reais; como o preso não conseguiu pagar, foi encaminhado para a cadeia pública de Picuí, onde ficará à disposição da justiça.

José Diego disse aos policiais que só furtou a caminhonete para chamar a atenção da polícia, pois sua moto tinha sido furtada durante a madrugada.

Francisco Araújo com narração do fato de Jullys Nascimento - filho do senhor Juventino. Complementação de Galvani Silva.






Nenhum comentário:

Postar um comentário