quinta-feira, 11 de junho de 2015

Campinense conquista título estadual no ano do centenário com uma rodada de antecedência

Tambaú 247
Foto Tambaú 247



Com uma rodada de antecedência, o Campinense conquistou o título do Campeonato Paraibano 2015. A Raposa foi até João Pessoa e venceu o Auto Esporte pelo placar de 2 a 0, no confronto foi realizado no Estádio Almeidão. O título assegura aos rubro-negros o direito de disputar a Série D do Campeonato Brasileiro dste ano, além da Copa do Nordeste e da Copa do Brasil de 2016.

E por essas ironias do futebol, o título veio com a ajuda do maior rival, o Treze. É que o Galo venceu o Botafogo por 2x0 no Amigão e tirou o Belo da briga. Com isso, o Campinense chegou a 10 pontos e não pode ser ultrapassado por mais ninguém. Na última rodada, Botafogo, Treze e Auto Esporte (este último em situação mais complicada) disputam a última vaga na Copa do Nordeste e na Copa do Brasil do ano que vem.

Os gols - A Raposa balançou as redes aos sete minutos do primeiro tempo. Felipe Alves dominou a bola, escolheu o canto esquerdo e abriu o placar no Estádio O Almeidão, em João Pessoa.

Curta a página do Facebook AQUI ou siga o Twitter AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as notícias.

E sete minutos depois foi a vez de Luiz Fernando aproveitar jogada construída por Reginaldo Luiz. Ele invadiu a área e chutou sem chances de defesa para o goleiro Vladimir.

Este resultado deixou a Raposa na primeira posição do quadrangular com 10 pontos. , o Treze venceu o Botafogo pelo placar de 2 a 0 e sepultou as esperanças do Belo de continuar sonhando com o título estadual.

Na última rodada, a Raposa vai enfrentar o Treze. O Clássico dos Maiorais está marcado para o sábado (13) às 19h30 no Estádio O Amigão. Já o Belo enfrenta o Auto, na Capital.

Auto Esporte

Vladimir; Jair (Vagner), Leandro Marlon, Léo Oliveira (Artur), Felipe Ramon, Rafael Speda, Tiago Rangel, Gil Bala; Jó Boy, Léo Lima e Gil Paraíba (João Victor). Técnico: Severino Maia

Campinense

Glédson; Osvaldir, Joécio, Gabriel Valongo; Jefferson Recife; Negretti, Neto, Leandro Santos e Luiz Fernando (Moacir); Felipe Alves (Nando) e Reginaldo Júnior (Renatinho). Técnico: Francisco Diá

Árbitro: Roberto Lima

Assistentes: José Maria Neto e Oberto Santos





Nenhum comentário:

Postar um comentário