sábado, 16 de maio de 2015

Prefeito assume e coloca a filha em todas as secretarias

supersecretaria.png
180
Fotos reprodução 180 



Ao entrar na prefeitura, gestor decidiu exonerar todo mundo numa canetada só.

Tão logo assumiu a prefeitura de Jerumenha, após a cassação da prefeita Chirlene Araújo (PSDC), o novo prefeito, Antonio Benvindo de Albuquerque Moura (PTB), resolveu nomear a filha, Joanna Castro de Albuquerque Moura, para ocupar todos os cargos de Secretária, Tesoureira, na cidade.

O prefeito também nomeou a filha para ocupar o cargo de diretora no hospital UMSM Adelmar Rocha.

A publicação das nomeações ocorreu no Diário Oficial dos Municípios do dia 13 de maio. No texto dos Ofícios, aparece a data do dia 09 de março, mas seria 09 de maio de 2015.

Curta a página do Facebook AQUI ou siga o Twitter AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as notícias.

Ainda segundo a publicação do Diário, o prefeito Antonio Moura exonerou também todos os secretários do município, todos os profissionais comissionados da Prefeitura Municipal e a diretora do hospital UMSM.

NOMEAÇÃO GERA DÚVIDAS

Ao nomear a filha para todos os cargos de secretaria e tesouraria, mais de diretora do hospital da cidade, o prefeito Antonio Moura gera dúvidas na população. Por mais que justifique que assim procedeu como medida de emergência enquanto encontra alguém de confiança, seu ato poderá levar a sociedade a questionar: sua filha vai receber por todos os cargos que foi nomeada? Ela terá como exercer todos estes cargos ao mesmo tempo? ao ser nomeada diretora do hospital ela não deverá ter exclusividade para o cargo? ela vai receber pelo cargo de secretária e de diretora? O ato, imoral, atenta aos princípios da administração pública.

'ATO É ILEGAL'

Para o professor Emanuel Nogueira, Especialista em gestão e servidor efetivo do Senac, o ato é ilegal e fere a Constituição federal. Ele destaca que a Carta Magna é bastante clara quanto à acumulação de cargos, o que não se aplica no caso em análise.

"O art. 37 da Constituição Federal é bem claro quanto aos cargos públicos. Isso é um ato ilegal. Não tem como exercer ao mesmo tempo todos estes cargos. Isso não é o que se espera de um gestor público", afirma o professor Emanuel Nogueira.

CAUTELA

No momento em que o país passa por sérias crises de corrupção, o gestor público deveria ter, no mínimo, cautela para com a coisa pública, pois a imagem que passa, para muitos, poderá ser questionada.

ESTRUTURA MUNICIPAL

A cidade de Jerumenha possui sete secretarias, quais sejam: Saúde, Educação, Finanças, Administração, Assistência Social, Esporte e Agricultura. O município tem 2.968 habitantes e fica a 310 km ao Sul de Teresina.

INSTABILIDADE NA CIDADE

O clima é de incertezas quanto à gestão municipal. Cassada pela Justiça Eleitoral, a prefeita Chirlene Araújo recorreu ao TRE-PI e aguarda o julgamento de seu recurso para tentar voltar ao cargo.

PREFEITO EXPLICA O CASO

prefeito.png

A reportagem falou com o prefeito Antonio Moura, que fez os esclarecimentos. Segundo ele, o ato foi orientado por seu contador.


"Entenda. Quando a prefeita Chirlene foi cassada, caíram, consequentemente, todos os secretários e as contas foram bloqueadas. Então, eu tinha que nomear alguém para desbloquear as contas para pagar servidores e comprar combustível para os veículos. Meu contador me orientou a nomear minha filha, porque nela eu confio. Mas a situação é provisória, não está definida. Até porque eu sou prefeito de direito, mas não de fato. A qualquer momento a prefeita pode conseguir esta liminar e voltar ao cargo, então, eu não vou nomear secretários. Quero apenas que as contas do município sejam desbloqueadas para que eu pague quem está trabalhando", argumentou o prefeito Antonio Moura.


PUBLICAÇÃO

15.jpg




Nenhum comentário:

Postar um comentário