terça-feira, 19 de maio de 2015

Acusado de esfaquear blogueira é preso, nega acusação e contradiz advogado

WSCOM Online com Mais Patos
Foto: Arquivo pessoal/Mais Patos



“Ela está me acusando, mas eu quero provas disso”, diz Alexandro Ferreira.

A Polícia prendeu Alex Ferreira Santos, de 23 anos, na tarde desta terça-feira (19). Ele é apontado com principal suspeito de ter esfaqueado a blogueira Juliana Mirtes, na manhã de hoje. A tentativa de homicídio ocorreu na residência da vítima, que fica localizada no município de Patos, no Sertão paraibano.

A vítima relatou que estava em casa, quando o namorado chegou com uma faca e desferiu um golpe em seu pescoço. Juliana Mirtes foi socorrida para o Hospital Regional de Patos, onde foi submetida a procedimento cirúrgico. Seu estado de saúde considerado estável.

Na delegacia, Alex Ferreira negou as acusações e relatou a imprensa local que estava em sua residência no momento relatado do fato. “Ela está me acusando, mas eu quero provas disso”, disse.

Curta a página do Facebook AQUI ou siga o Twitter AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as notícias.

O delegado Edson Pedrosa revelou que contra o acusado já existe um histórico de agressão movido contra a vítima, no ano de 2014. Na ocasião, o namorado agrediu a blogueira em um evento público, no município vizinho de Quixaba. Na época, Juliana chegou a prestar queixa na Delegacia da Mulher e o acusado foi enquadrado na Lei Maria da Penha.

O advogado Pedro Ricardo, que defende o acusado, contou que a relação entre os dois era marcada por constantes desentendimentos. “Ele me relatou que eles não estavam mais se entendendo e que teriam dormido juntos ontem à noite. Hoje ela teria ligado pra ele e o mesmo resolveu dar um basta no relacionamento, mas ela não aceitou”, afirmou.

Advogado e acusado se contradizem


Em determinado momento da entrevista à imprensa local, o advogado contradiz o acusado, que relatou que estava em casa no momento do crime.

De acordo com Pedro Ricardo, os dois discutiram na manhã desta quarta-feira e que após trocarem insultos e empurrões, Juliana teria partido para agredir o namorado e terminou ferida. “Ela foi lesionada no pescoço. Ele me relatou que ficou bastante desesperado e tentou parar o sangramento, mas não conseguiu e saiu pra tentar buscar socorro”, explicou.


O acusado foi preso em sua residência, no bairro São Sebastião e, após depoimento, encaminhado para o Presídio Romero Nóbrega. Ele poderá ser autuado pelo crime de tentativa de homicídio.





Nenhum comentário:

Postar um comentário