sexta-feira, 17 de abril de 2015

Operação Ares: Polícia prende suspeitos de homicídios e apreende armas e material explosivo no interior da PB

SECOM-PB
Foto reprodução SECOM - PB



As Polícias Civil e Militar realizaram, na manhã desta sexta-feira (17), no Sertão da Paraíba, uma operação para desarticular um grupo responsável por crimes patrimonais contra instituições financeiras da região e prender suspeitos de homicídios, nas cidades de Santa Luzia e Junco do Seridó. 150 integrantes das forças de Segurança Pública participaram da ação intitulada ‘Ares’, que resultou na prisão de nove pessoas e apreensão de armamento e munição, além de pólvora e chumbo, entre outros itens.

Foram presos em flagrante Florêncio Jucelino Emiliano, Paulo Sérgio Ferreira dos Santos, Ramiro Silva de Araújo e Zezito Carlos dos Santos. Já José Alberto Araújo da Silva, Fábio Bruno Araújo da Silva, Leandro Farias da Silva, José Wellington Roque e Maciel Henrique foram presos por força de mandados de prisão expedidos pela Justiça local, por assalto e homicídios.

Segundo a Polícia, entre os objetos apreendidos na operação estão nove espingardas, cinco armas brancas, 68 cartuchos calibres .38, .40 e 12, um depósito de pólvora, um depósito de chumbo, oito sacos de chumbo, 27 sacos de pólvora, além de cartões de crédito, toucas, máscaras e uma peruca.´

Curta a página do Facebook AQUI ou siga o Twitter AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as notícias.

Para o titular da 15ª Delegacia Seccional, delegado Sylvio Rabelo, a ação integrada das Polícias Civil e Militar foi bastante relevante. “Leandro e José Wellington são apontados como autores do roubo à lotérica de Juazeirinho e com a apreensão de armas de fogo, inclusive de grosso calibre, sendo que uma delas foi utilizada provavelmente para a prática de um homicídio em Patos, diminuímos o potencial ofensivo dos grupos responsáveis por crimes contra o patrimônio e à vida na nossa região”, frisou.

A autoridade policial ainda disse que os presos serão ouvidos e a investigação agora irá se aprofundar para saber a origem do material explosivo apreendido na operação.





Nenhum comentário:

Postar um comentário