sábado, 18 de abril de 2015

'Mordia meu pescoço': Diz jovem ao denunciar pastor por assédio sexual

a menor.jpg 
180 Graus
Foto reprodução 180 Graus



'Pedia beijo, pedia abraço e quando me abraçava ele me agarrava muito forte, ele mordia meu pescoço'

Uma adolescente de 16 anos foi para a delegacia na manhã desta sexta-feira (17/04), afirmando ter sido assediada pelo pastor de uma igreja que fica no bairro da Santa Maria da Codipi, zona Norte de Teresina.

A garota contou à reportagem do Jornal do Piauí da TV Cidade Verde que o pastor pegava em suas pernas, pedia-lhe beijos e dava-lhe abraços fortes acompanhado de mordidas no pescoço, mas só fazia isso quando a mulher dele não estava por perto.

A adolescente foi morar na casa do pastor há um mês, devido aos conflitos que tinha em casa com o padrasto. A orientação para procurar alguma autoridade partiu da própria mãe que desconfiou quando a filha lhe relatou o assédio.

Curta a página do Facebook AQUI ou siga o Twitter AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as notícias.

“Ele começava a me aliciar ai eu vim perceber com o tempo que ele estava me aliciando. Pegava nas minhas pernas, pedia beijo, pedia abraço e quando me abraçava ele me agarrava muito forte, ele mordia meu pescoço e tudo isso quando a mulher dele não tava.”, disse a adolescente.

A garota contou que o pastor era casado e que além dela ele já teria feito outras duas amigas dela também de vítimas.

“Eu fui avisar as minhas amigas e já tinha acontecido o mesmo com duas delas.”, declarou a vítima.

A menor chegou a procurar o Conselho Tutelar por conta própria, mas diz não ter sentido segurança alguma no atendimento. Por isso resolveu procurar a ajuda da Polícia Militar. Os policiais a levaram para a delegacia, mas a adolescente não pôde registar a queixa, pois segundo a delegada titular, Kátia Esteves, apenas a mãe ou o conselheiro podem registrar a ocorrência.

A vítima foi liberada da delegacia e deverá voltar na próxima terça-feira (21/04) para um novo atendimento. Até lá a menor diz que vai ficar sentindo-se com medo e insegura com receio do pastor ir à sua procura.







Nenhum comentário:

Postar um comentário