sábado, 18 de abril de 2015

Enfermeira é morta a tiros enquanto se dirigia ao trabalho, em CG; Suspeita é de latrocínio

PB Agora                
Foto reprodução internet



Na manhã deste sábado (18), a enfermeira Aucilene de Almeida Lucena, de 33 anos, foi assassinada com dois tiros após supostamente reagir a uma tentativa de assalto no bairro de Bodocongó, em Campina Grande.

De acordo com informações policiais, Aucilene seguia de moto para o hospital onde trabalhava quando no momento em que passava pelo canal de Bodocongó, foi abordada por dois homens em outra moto que teriam anunciado o assalto.

Curta a página do Facebook AQUI ou siga o Twitter AQUI do São Vicente Agora e fique atualizado com as notícias.

Ao perceber a tentativa dos criminosos, a enfermeira teria acelerado para tentar fugir, mas foi atingida pelos tiros na cabeça e no abdômen. Ela chegou a ser socorrida e encaminhada para o Hospital de Trauma da cidade, mas não resistiu aos ferimentos.

Apesar da hipótese de latrocínio, a moto da vítima não foi levada. A Delegacia de Roubos e Furtos em Campina Grande irá investigar o caso. Não há suspeitas da identidade dos criminosos.




Nenhum comentário:

Postar um comentário